Desporto

Bruno de Carvalho diz que volta à corrida ao Sporting após decisão judicial

Bruno de Carvalho, que foi destituído da presidência do Sporting, anunciou hoje que vai entregar uma lista para as eleições do clube, na sequência de uma providência cautelar que obriga o presidente da Mesa da Assembleia Geral a recebê-la.

“Jaime Marta Soares tem de receber a lista, sob pena de crime de desobediência e pagamento de uma coima”, disse Bruno de Carvalho, durante uma conferência de imprensa na qual Erik Kurgy se mostrou disponível para liderar o projeto ‘Leais ao Sporting’, caso o antigo presidente permaneça impossibilitado.

No domingo, a candidatura ‘Leais ao Sporting’ anunciou que Erik Kurgy iria substituir Bruno de Carvalho na liderança da lista.

No entanto, segundo o antigo presidente, a decisão judicial de hoje permite-lhe concorrer às eleições, marcadas para 8 de setembro, juntamente com Trindade Barros e Alexandre Godinho, que também foram suspensos de sócios do clube, na sequência da destituição do Conselho Diretivo liderado por Bruno de Carvalho.

Apesar de se mostrar confiante na possibilidade de ir a votos, Bruno de Carvalho admitiu avançar com a lista encabeçada por Erik Kurgy, que, caso seja eleita, o nomeará como representante do clube na SAD ‘leonina’.

Além de Bruno de Carvalho, apresentaram-se como candidatos às eleições Carlos Vieira, antigo vice-presidente do clube, também suspenso, Fernando Tavares Pereira, João Benedito, Dias Ferreira, Pedro Madeira Rodrigues, José Maria Ricciardi, Frederico Varandas e Rui Jorge Rego.

Mais partilhadas da semana

Subir