Nas Notícias

Bruno de Carvalho acusa Joana Ornelas de ter casado por interesse

Bruno de Carvalho acusou a ex-mulher, Joana Ornelas, de se ter casado com ele apenas pelo interesse no estatuto do dirigente. “Comecei a perceber que ela se tinha casado com o presidente do Sporting e não com a pessoa”, escreveu.

A revelação é feita no livro ‘Sem filtro’, no qual o presidente destituído do Sporting relata os anos em que presidiu aos leões e o impacto desse trabalho na esfera familiar.

“Tudo começa a desmoronar-se com a gravidez de alto risco a Joana”, revelou Bruno de Carvalho, num dos excertos revelados pelo Correio da Manhã.

“O meu casamento começava a ruir. Não apenas pela gravidez de risco, mas também por um conhecimento cada vez maior da mulher que estava comigo”, sustentou.

E é feita então a acusação: “Comecei a perceber que ela se tinha casado com o presidente do Sporting e não com a pessoa”.

“Isso levou a que eu não tivesse bom ambiente em casa”, reforçou: “Fiquei sem um verdadeiro porto de abrigo e a ter de aguentar todos os obstáculos levantados pela minha mulher”.

“Comecei a não aguentar”, reconheceu Bruno de Carvalho.

Pela mesma altura, surgiu “a teoria” de que o então líder leonino “estaria alterado devido ao consumo de estupefacientes ou de bebidas alcoólicas”.

“Era uma forma de tentar destruir ainda mais o presidente do Sporting. Além de ditador e egocêntrico, agora também era toxicodependente e alcoólico”, lembrou Bruno de Carvalho, garantindo que nunca teve “problemas desse género”.

“Nunca consumi drogas em toda a minha vida e também não tive um único período em que bebesse demais”, garantiu.

No entanto, o comportamento do dirigente do Sporting “mudou, sim”.

“Não vou negá-lo. Deixei de transmitir a mesma estabilidade emocional. Só que por outros motivos que nada têm a ver com substâncias de qualquer ordem”, salientou o presidente destituído dos leões, referindo-se aos citados problemas familiares com Joana Ornelas.

1026Shares

Mais partilhadas da semana

Subir