Desporto

Bruno de Carvalho arrasa plantel do Sporting

Não poupa ninguém! Bruno de Carvalho utilizou a sua página no Facebook para arrasar por completo a equipa de futebol, que foi derrotada em Madrid. O presidente leonino acusa Bas Dost e Fábio Coentrão de não quererem jogar em Alvalade, na segunda mão, mostra-se crítico com a dupla de centrais e ensina Gelson Martins como rematar à baliza.

Numa publicação no Facebook feita após o duelo diante do Atlético de Madrid, Bruno de Carvalho salienta que o futuro na Liga Europa passa por “encher Alvalade”.

E depois é particularmente corrosivo com a equipa e explica “o que queria ter visto”.

“Uma equipa concentrada, com atitude e compromisso, defensivamente irrepreensível e com faro de golo. De 11 superarem-se e tornarem-se 22”, refere, admitindo o que viu, afinal.

“Coates e Mathieu a fazerem o que os avançados do Atlético não conseguiam”

“Uma equipa com atitude mas com uma defesa que não esteve concentrada. Coates e Mathieu a fazerem o que os avançados do Atlético não conseguiam. E o 2-0 a surgir sem nada terem feito para isso, a não ser (e não é pouco) marcarem”.

Depois, vira críticas para Gelson Martins.

“De 11 fomos 9”

“Gelson aos 32 minutos isolado frente a Oblak, em vez de “fuzilar” para a esquerda, tenta colocar em jeito, mas sem força, para o lado direito perdendo um golo que já quase se gritava”, salienta, admitindo que “de 11, em vez de 22 como queria, fomos 9, muitas vezes, e isso paga-se caro…”

Na análise crítica, Bruno de Carvalho foca o seu descontentamento para Coentrão e o avançado Bas Dost.

“Fábio e Bas Dost não quiseram jogar em Alvalade, com faltas para amarelo que nunca poderiam ter feito”, referiu, falando também de Montero.

“Aos 92 minutos, desperdiçou um golo feito com um remate para o céu quando só se pedia um simples encosto”, salientou, deixando ainda reparos à arbitragem e falando de um Diego Costa “intocável”.

Triste com a derrota, o presidente leonino admite que “viver um jogo de longe custa muito mais, mas ver erros grosseiros de jogadores internacionais e experientes ainda acrescenta mais ao sofrimento”.

A finalizar, Bruno de Carvalho sublinha agradece aos adeptos do Sporting que “são únicos” e lembra que o plantel “demonstrou que tem equipa para fazer mais, mas não o fez”.

Agora resta tentar uma reviravolta que “é” possível na eliminatória.

108Shares

Mais partilhadas da semana

Subir