Nacional

Bruno arrola filha de Irina como testemunha no divórcio de Joana Ornelas

Bruno de Carvalho arrolou a filha que teve com Irina Yankovich, Ana Catarina, no processo para se divorciar de Joana Ornelas. O ex-presidente do Sporting exige à ainda esposa uma indemnização de 30 mil euros (e um cêntimo).

Ana Catarina Carvalho, de 15 anos, foi arrolada na qualidade de testemunha, avança o Correio da Manhã.

A filha mais velha do ex-dirigente leonino é fruto da relação com Irina Yankovich. Mãe e filha têm trocado acusações fortes através das redes sociais.

O processo de divórcio será litigioso. De acordo com a ação, registada no Tribunal de Família e Menores de Lisboa (disponível para consulta no portal Citius), Bruno de Carvalho pediu “Divórcio sem consentimento do outro cônjuge”.

No processo, Bruno de Carvalho demanda uma indemnização de 30 mil euros… e um cêntimo.

O montante permite, em caso de decisão desfavorável, um recurso para o Tribunal da Relação.

Refira-se, porém, que não compete a um Tribunal de Família e Menores estabelecer essa indemnização, pelo que após o divórcio (a ser decretado) o presidente destituído do Sporting terá de apresentar uma nova ação, mas num tribunal cível.

Bruno de Carvalho e Joana Ornelas casaram a 1 de julho de 2017. Têm uma filha, Leonor, com 4 anos.

Pouco antes do casamento, Bruno e Joana gravaram um vídeo juntos, como agradecimento a uma clínica. Veja.


Mais partilhadas da semana

Subir