Mundo

Brito Pereira suspende advocacia e deixa de representar Isabel dos Santos

Jorge Brito Pereira anunciou hoje que saiu da sociedade de advogados Uria Menéndez Proença de Carvalho, suspendeu a atividade profissional como advogado e, como consequência, vai cessar “o patrocínio jurídico” à empresária angolana Isabel dos Santos.

“Face às informações publicadas nos últimos dias a propósito dos designados ‘Luanda Leaks’, sem qualquer admissão de culpa, entendi que, ouvidos alguns dos meus sócios, para não prejudicar o bom nome e a reputação da Uria Menéndez Proença de Carvalho, devia renunciar à minha condição de sócio com efeitos imediatos”, disse à Lusa o advogado, numa resposta por escrito.

“Apresentei na tarde de ontem [quinta-feira] essa mesma carta de renúncia”, acrescentou.

“Foi também meu entendimento que, face à minha decisão de interromper o compromisso que tinha com o escritório, deveria fazer uma suspensão da minha atividade profissional como advogado e aproveitar os meses que se seguem para, além de ponderar tudo o que ocorreu nas últimas semanas, finalizar a minha tese de doutoramento”, prosseguiu.

Assim, acrescentou, “como consequência imediata e necessária desta decisão, cessarei também o patrocínio jurídico à engenheira Isabel dos Santos e às sociedades que lhe estão associadas e, por isso mesmo, renunciarei, nos próximos dias, a todos os cargos que ocupava em órgãos sociais relacionados com as ditas sociedades”, concluiu.

Jorge Brito Pereira salientou que esta informação foi comunicada na quinta-feira a Isabel dos Santos, que, segundo os media, esteve em Lisboa numa visita rápida e que terá partido para Londres nesse mesmo dia.

80Shares

Mais partilhadas da semana

Subir