América do Sul

Bombeiros ainda procuram 93 corpos dois meses após rutura da barragem de Brumadinho

Dois meses depois da rutura na barragem da cidade brasileira de Brumadinho, os bombeiros ainda procuram os corpos de 93 pessoas desaparecidas na sequência da tragédia.

Segundo informações divulgadas hoje pelo Corpo de Bombeiros do Estado de Minas Gerais, o número de mortos confirmados é de 212 pessoas e outras 395 foram localizadas com vida nas operações de salvamento que se seguiram à rutura da barragem.

O Corpo de Bombeiros informou também que hoje trabalham nas buscas 129 bombeiros militares, divididos em 23 equipas.

Uma barragem operada pela mineradora brasileira Vale em Brumadinho entrou em rutura em 25 de janeiro, desencadeando uma onda de lama tóxica que destruiu praticamente tudo pelo seu percurso, contaminando rios próximos.

Como resultado, a Vale e outras empresas de mineração estão avaliando o estado de suas instalações no país.

Na sexta-feira, a Vale disse que um auditor independente descobriu que uma das suas barragens, na cidade Barão de Cocais, também no estado de Minas Gerais, pode entrar em colapso a qualquer momento.

As localidades mais próximas dessa infraestrutura foram evacuadas em fevereiro.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir