Apresentações/Novidades

BMW lança X3 híbrido ‘plug-in’

A BMW acaba de revelar o seu novo X3 xDrive30e, o mais pequeno da sua família de ‘SUV’numa variante híbrida plug-in.

Nesta terceira geração do modelo da marca de Munique o argumento é a sustentabilidade ambiental combinada com o dinamismo.

O X3 xDrive30e – que a BMW começará a produzir na sua fábrica de Spartanburg, nos Estados Unidos  – segue uma tendência de muitos construtores ‘premium’ que optaram por soluções híbridas, em vez do tacitamente elétrico.

Animado por um motor quatro cilindros de 2.0 litros biturbo, combinado com um motor elétrico integrado na transmissão de outo velocidades, esta variante do ‘SUV’ de Munique passa a dispor de 292 cv de potência, transmitida às quatro rodas pela tração integral xDrive.

Sob o banco traseiro deste X3 está uma bateria, enquanto o depósito de combustível foi colocado sob o eixo traseiro, de modo a que a redução de capacidade de carga seja mínima. O volume original da mesma mantém-se nos 450 litros.

A bateria de iões lítio desta variante xDrive30e permite uma autonomia em regime elétrico até 55 quilómetros, sendo que quando entra nesse modo dá um aviso sonoro para os peões. Conjugado com o propulsor a combustão este ‘SUV’ da BMW demora 6,1s para ir dos 0 aos 100 km/h e permite uma velocidade máxima de 210 km/h.

Em ciclo WLTP o X3 xDrive30e promete consumos entre os 2,2 litros e os 2,8 aos 100 quilómetros e emissões de CO2 entre 49 e 64 g/km.

O carregamento das baterias pode ser efetuado em tomadas convencionais (em seis horas), numa ‘wallbox’ da marca (em hora e meia).

Este BMW X3 será proposto em quatro níveis de equipamento – Advantage, xLine, Luxury e Msport – possuindo de série ar condicionado controlado remotamente, serviços digitais e proteção acustíca para peões, sendo opcionais a suspensão adaptativa, a direção desportiva variável, o sistema de travagem M, o ‘head-up’ display e o cruise control ativo.

O início de produção deste ‘SUV’ híbrido plug-in da está previsto para o final do ano, estando a chegada ao mercado prevista para a primavera de 2020.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir