Nas Notícias

Bispo do Porto elogia PCP, “a reserva de bom senso”

O bispo do Porto elogiou publicamente o PCP, a propósito da eutanásia. Os comunistas, eternos ‘inimigos’ da igreja, foram descritos como “a reserva de bom senso do Parlamento”.

O inesperado elogio de Manuel Linda referiu-se, na entrevista que concedeu à Renascença, à posição do PCP em votar contra a legalização da eutanásia, medida que coloca os comunistas no mesmo lado dos católicos.

“O PCP está a ser a reserva de bom senso no Parlamento”, afirmou o líder religioso, que reforçou a ideia com a votação dos comunistas na legislação sobre as barrigas de aluguer.

Este elogio surge como uma forte crítica aos parlamentares dos restantes partidos.

“Parece estar a ser afastada a racionalidade ética dos deputados”, afirmou Manuel Linda.

O bispo do Porto considerou ser vital distinguir “o que é eutanásia e o que é o prolongamento artificial da vida”, defendendo que um prolongamento sem critério da vida será “tão grave como a própria eutanásia”.

A crítica final do clérigo ficou para os decisores políticos, para os quais “é mais fácil assistir à morte do que criar condições dignas” para um final de vida de quem agoniza com uma doença incurável.

 

Mais partilhadas da semana

Subir