Motores

Berdomás vence e Carlos Fernandes o melhor português na Peugeot Rally Cup Ibérica

O Rali de Portugal foi a primeira das duas rondas ‘mundialistas’ da Peugeot Rally Cup Ibérica e teve em Daniel Berdomás o vencedor, na frente de Carlos Fernandes.

Mais de 15 equipas alinharam na competição monomarca promovida pelos importadores da marca do leão em Portugal e em Espanha, levando à zona centro os pequenos mas fiáveis Peugeot 208 R2.

Acompanhado por David Rivera, Berdomás esteve imperial face a Carlos Fernandes e Valter Cardoso, com Josep Bassas e Alex Coronado a subirem ao último lugar do pódio do troféu, sendo que estes últimos lideram a Junior Cup.

Após um ‘shakedown’ que começou por colocar fora de prova a dupla espanhola José Luís Pélaez/Rodolfo del Barrio, num acidente que, segundo os Comissários Técnicos, afetou a estrutura de segurança da viatura, seguiu-se para uma primeira etapa onde Carlos Fernandesliderou o rali até à quarta especial, antes de Daniel Berdomás passar para a frente e garantir a sua segunda vitória do ano e o consequente reforço pontual sobre os adversários.

Mas houve outros a lutar pelos lugares da frente, como Josep Bassas, que viria a ser terceiro que, no final, ou Daniel Nunes, que acompanhado por Rui Raimundo, se viu afetado por um furo na quarta especial que o fez atrasar. Falta de sorte que também recaiu sobre Pedro Antunes/Alexandre Rodrigues (logo no primeiro troço) ou sobre Hugo Lopes/Nuno Ribeiro (também na quarta especial).

Os britânicos Ruiari Bell/Darren Garrod também deram mostras de querer um lugar no top trªes, mas ficaram no quarto posto, batendo os eslavos Georg Linnamae / Volodymyr Korsia. A também britânica Nabila Tejpar / Max Freeman levou consigo para casa novo troféu da Ladies Cup.

No final da prova Daniel Berdomás estava naturalmente radiante “com o resultado, alcançado num rali muito difícil” em que lidou “com um problema no coletor do escape, mas que depois se tornou um pouco mais fácil com as especiais anuladas”. Acrescentando que este triunfo lhe permite “alargar a vantagem sobre os” seus adversários “e abordar as próximas provas com um pouco menos de pressão.

Já Carlos Fernandes lamentou o tempo perdido na quarta classificativa. “Perdemos a liderança na Lousã, num rali que foi muito difícil e em que se andou muito depressa, apesar da dureza dos troços. Vamos tentar a vitória no Terras d’Aboboreira, mas antes disso ainda quero vencer as 2 rodas motrizes neste Rali de Portugal, sendo que, para tal, nos vamos manter em prova com esse objetivo em mente”, afirmou o português.

A próxima prova da Peugeot Rally Cup Ibérica será o Rallye Terras da Aboboreira, a correr-se no primeiro fim-de-semana de setembro.

Mais partilhadas da semana

Subir