Desporto

Benfica diz que FC Porto prepara uma “golpada”

Benfica acusa FC Porto e autarquias da Invicta e de Gaia de “uma golpada”, no caso do adiamento do FC Porto-Boavista. E de tentar “interferir na verdade desportiva”, “criando um facto que poderá colocar em causa a continuidade das competições”.

O Benfica reagiu ao possível agendamento do dérbi entre FC Porto e Boavista, por proposta dos presidentes dos municípios de Vila Nova de Gaia e do Porto.

Os autarcas Rui Moreira e Eduardo Vítor Rodrigues, recorde-se, pretendem que o jogo marcado para 23 de junho seja adiado, em virtude dos festejos de São João.

O clube da Luz fala em “golpada da vergonha” e critica de Rui Moreira e Eduardo Vítor Rodrigues, autarcas que pertencem aos órgãos sociais do FC Porto.

Na sua newsletter oficial, o Benfica entende que este é um “episódio demonstrativo da aviltante promiscuidade entre política e futebol com o objetivo de preparar uma golpada”.

“Os protagonistas deste lamentável episódio, que não se coíbem de querer assumir que só no Porto não existem condições de segurança, foram precisamente o presidente da Câmara Municipal do Porto, também vice-presidente do Conselho Superior do FC Porto, e o presidente da Câmara Municipal de Gaia, igualmente membro desse órgão do FC Porto e que, recorde-se, em 2016, pretendeu integrar a administração da SAD portista, passando pelo vexame de lhe ter sido negada essa pretensão devido a um parecer negativo da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte”, destacam as águias.

O clube encarnado lembra ainda que, aquando da aprovação dos calendários, após a retoma das competições, já se sabia que “os festejos de Santo António e São João não se poderiam realizar como tradicionalmente”.

Por outro lado, considera que os dois autarcas pretendem, com esta ação, interferir no calendário da I Liga e, por isso, “interferir na verdade desportiva”, “criando um facto que poderá colocar em causa a continuidade das competições”.

Nesta sexta-feira, a Liga vai reunir de urgência com os responsáveis de FC Porto, Boavista e da PSP. O encontro, marcado para as 15h30, tem o objetivo de discutir questões de segurança relacionada com o dérbi, que se disputa no Estádio do Dragão, na próxima terça-feira.

O Benfica e o FC Porto repartem a liderança, com 64 pontos, mas os dragões têm vantagem no confronto direto, uma vez que venceram os dois jogos frente aos encarnados.

A classificação oficial da Liga ainda não coloca o clube da Invicta na liderança, uma vez que esse critério de desempate só se aplica no final do campeonato. Para já, vai valendo ao Benfica a diferença entre golos marcados e sofridos – que coloca a turma de Bruno Lage na liderança à condição.

0Shares

Em destaque

Subir