Desporto

Benfica cilindra Paços de Ferreira (4-1) e assume liderança provisória

benfica_nolito_3O Benfica assumiu a liderança provisória do campeonato, depois de derrotar o Paços de Ferreira por 4-1, com golos de Saviola (dois), Luisão e Nolito. Uma vitória justa, perante um adversário quase sempre inofensivo. Michel ainda reanimou os pacenses, mas por pouco tempo. “Foi um triunfo brilhante”, resumiu Jesus.

Um triunfo justo, onde sobressaiu Saviola, o discreto goleador que teimava em permanecer escondido. Titular ao lado de Cardozo, o pequeno argentino foi o grande responsável pelos números expressivos: eficaz, não desperdiçou as oportunidades de que dispôs.

O Benfica abriu a contagem aos 22 minutos, já depois de algumas ameaças. Num belo lance, Maxi serve Cardozo, que de cabeça assiste Saviola para um golo de crença. Na marcação de um canto, o argentino bisou e deixou a turma da Luz ainda mais tranquila.

Certo é que o Paços veio mais atrevido, no segundo tempo, e a tranquilidade encarnada caiu por terra com uma grande penalidade convertida por Michel. O 2-1 fez o Benfica tremer e Artur salva o 2-2 com uma defesa ‘impossível’.

Este lance fez reacordar a equipa de Jorge Jesus, que percebeu, finalmente, que aquela atitude passiva seria suicida, perante um Paços de Ferreira sem receios. Mas foi sol de pouca dura…

O domínio regressou aos pés da equipa da casa, que acabou com as hipóteses pacences com uma cabeçada fatal de Luisão. Falha da defensiva, ao deixar o gigante brasileiro sozinho no segundo poste.

No minuto seguinte, e já com Nolito em campo, a vitória ganha expressão de goleada. O espanhol tabela bem e isola-se, com a defesa do Paços a pedir um fora de jogo que não existe. Nolito senta Cássio e remata com êxito.

Este triunfo – “Brilhante”, segundo Jorge Jesus – coloca os encarnados provisoriamente no topo da tabela, na véspera dos encontros de FC Porto e Braga. Ambos estão obrigados a vencer, para se manterem colados ao conjunto encarnado.

Em destaque

Subir