Banca

BCE deve confirmar hoje fim do programa de compra de dívida

O Banco Central Europeu (BCE) deve confirmar hoje o fim do programa de compra de dívida, mas a acumulação de riscos deve levá-lo também a manter as opções em aberto quanto à trajetória futura.

Nessa reunião de política monetária, o BCE deve confirmar o que anunciou em junho, que o programa de compra de ativos lançado em 2015, termina no fim de dezembro.

Desde março de 2015, quando começou o programa, o BCE injetou já 2,6 biliões de euros na compra de dívida pública e privada, uma iniciativa inédita para facilitar o crédito, apoiar a economia e afastar a ameaça de deflação.

Apesar de a zona euro se encontrar no quinto ano consecutivo de crescimento, um ajustamento mais acentuado da política monetária parece, por agora, afastado.

Há vários meses que a instituição liderada por Mario Draghi tem repetido que tenciona manter as taxas de juro nos mínimos atuais “pelo menos” até ao verão de 2019.

O BCE também já afirmou que vai continuar a investir na compra das obrigações que possui e que cheguem ao fim da sua maturidade, mas deverá explicar agora como vai atuar nessa matéria para manter durante mais tempo as condições favoráveis de financiamento.

Os analistas esperam também ver o banco central rever em baixa as suas previsões macroeconómicas para 2018 e 2019.

Em setembro, o banco central previu um crescimento de 2 por cento na zona euro em 2018 e de 1,8 por cento em 2019.

Mais partilhadas da semana

Subir