Desporto

Bárbara Timo conquista medalha de bronze no Grand Slam de Paris

Portugal despediu-se hoje do ‘Grand Slam’ de Paris com uma medalha de bronze, alcançada por Bárbara Timo nos -70 kg, com a judoca a efetuar uma competição quase perfeita, com cinco vitórias em seis combates.

Numa categoria muito concorrida, Bárbara Timo, judoca do Benfica de origem brasileira que conseguiu a naturalização portuguesa em janeiro, apenas perdeu com a japonesa Yoko Ono nas meias-finais.

Foi o único percalço de Timo – que esteve a vencer a nipónica por waza-ari e perderia por ippon -, mas, na decisão do bronze, a judoca voltou a adiantar-se perante a argelina Niang: com waza-ari e depois um ‘osaekomi’, uma imobilização para ippon.

Antes, Bárbara Timo venceu a mongol Baasanjargal Bayarbat (ippon), a brasileira Maria Portela (ippon), a francesa Fanny Estelle Posvite (waza-ari) e a canadiana Zelita Zupancic (ippon).

Em bom plano em Paris, um dos torneios mais importantes do circuito mundial de judo, esteve também Rochelle Nunes (+78 kg), igualmente de origem brasileira e que tal como Bárbara Timo naturalizou-se portuguesa e representa o Benfica.

A judoca, que já em representação de Portugal tinha sido medalha de bronze no Grande Prémio de Telavive em janeiro, venceu os dois primeiros combates no quadro principal, mas caiu no acesso às meias-finais, perante a número um do mundo, a cubana Idalys Ortiz, por ippon.

Rochele Nunes voltaria a perder na repescagem, desta vez perante a eslovena Anamari Velensk (ippon), terminando a competição parisiense no sétimo lugar.

Ainda em femininos, em -78 kg, Yahima Ramirez perdeu na estreia, com três castigos frente à francesa Julie Pierret, e Patrícia Sampaio chegou ao segundo combate, no qual perdeu com a vice-líder mundial, a japonesa Ruika Sato.

O olímpico Jorge Fonseca, que conquistou a medalha de bronze em Paris em 2017, foi surpreendido no primeiro combate pelo croata Zlatko Kumric nos -100 kg, e Anri Egutidze, nos -81 kg, perdeu na segunda presença no ‘tatami’, com o espanhol Alfonso Urquiza Solana.

Portugal, que esteve em prova com dez judocas, terminou com o bronze de Bárbara Timo e o sétimo lugar de Rochele Nunes, numa competição em que Telma Monteiro, que venceu o torneio em 2012 e 2015, não superou no sábado o quadro principal.

Mais partilhadas da semana

Subir