Nas Notícias

Balanço de mortos no incêndio em estúdio de animação em Quioto sobe para 33

O balanço de mortos no incêndio que ocorreu hoje num estúdio de animação em Quioto, no Japão, subiu para 33 e outras 36 de pessoas também ficaram feridas, informaram os bombeiros locais.

De acordo com a agência de notícias Associated Press (AP), o oficial do departamento de bombeiros de Quioto, Kazuhiro Hayashi, confirmou as 33 mortes e acrescentou que outras 36 pessoas ficaram feridas, 10 das quais estão em estado grave.

Hayashi disse que os bombeiros encontraram o maior número de vítimas no último andar do prédio de três andares, incluindo alguns que estavam nas escadas que levavam ao telhado.

Dois dos mortos foram encontrados no primeiro andar, 11 no segundo andar e 20 no terceiro andar.

De acordo com a imprensa japonesa, o suposto incendiário é um homem de 41 anos, que também foi ferido e está hospitalizado.

Os meios de comunicação japoneses relataram que o suspeito teria ateado fogo na porta da frente, forçando as pessoas a encontrarem outras saídas e retardando a sua fuga.

Este incêndio foi o mais mortífero desde 2001, quando um outro incêndio matou 44 pessoas no distrito de entretenimento de Kabukicho, em Tóquio.

Segundo a agência de notícias Efe, fontes policiais disseram que o suspeito já admitiu a culpa nos acontecimentos.

O suspeito foi detido no local do incêndio, levado para um hospital e é esperado que seja interrogado nas próximas horas.

“Testemunhas disseram que ouviram explosões no primeiro andar da Kyoto Animation e viram fumaça”, segundo os bombeiros.

“Eu ouvi duas explosões altas”, disse um homem no canal público japonês NHK.

“Ele (o suspeito de atear o incêndio) disse: vocês vão morrer”, de acordo com outro testemunho.

O incêndio aparentemente começou por volta das 10:30 da manhã, horário local (02:30 em Lisboa) neste edifício, onde são produzidas séries de animação de televisão de sucesso.

Cerca de 35 camiões de bombeiros e outros veículos foram enviados para o local.

A Kyoto Animation é uma empresa que produz desenhos animados, cria personagens, projeta e vende produtos derivados de sua série de ‘manga’ (um tipo de banda desenhada com origem no Japão), incluindo Munto, Lucky Star, Melancolia de Haruhi Suzumiya e K-On!

A empresa, que também inclui uma escola de animação, tem dois prédios de estúdios (incluindo um que foi incendiado) e está sediada em Quioto, no centro-sul do Japão. A companhia tem cerca de 160 funcionários.

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, lamentou hoje as vítimas do incêndio em Quioto.

“Eu expresso minhas condolências (…) e rezo pela mais rápida recuperação possível daqueles que ficaram feridos”, escreveu Abe numa mensagem publicada no Twitter

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir