América do Sul

Avião cai durante memorial de queda de avião

Um avião que evocava a Tragédia dos Andes (queda de um avião que provocou a morte de 29 pessoas, em 1972), despenhou-se no mar, ao largo de Montevideu, no Uruguai. O piloto foi resgatado com vida, mas o copiloto encontra-se desaparecido.

A aeronave, um Piper J-3, evocava o 45.º aniversário da Tragédia dos Andes, no Uruguai: a memória decorre anualmente, sendo um ano no Chile e no outro no Uruguai.

“Levantou voo e caiu”, contou Roberto Canessa, um dos sobreviventes do avião que caiu em 1972 e que participava na cerimónia em Montevideu.

“Estou solidário com os chilenos, que se encontram desolados. Sinto muito por eles, estou realmente triste”, acrescentou Canessa, citado pelo El País uruguaio.

A 13 de outubro de 1972, o avião que transportava uma equipa de râguebi do Uruguai rumo ao Chile, onde iria realizar um jogo amigável, caiu nos Andes. A tragédia, que provocou a morte de 29 pessoas, foi ‘contada’ num filme de Hollywood, Alive.

Desde então que Uruguai e Chile evocam anualmente “o jogo que nunca foi realizado”.

A queda matou 12 pessoas, com seis a morrerem nos dias imediatos. A fome e as condições extremas provocaram a morte de mais 11 pessoas. A situação era tão aflitiva que os sobreviventes tiveram de se alimentar dos mortos.

Veja o trailer de Alive, filme de 1993 sobre a Tragédia dos Andes:


2Shares

Mais partilhadas da semana

Subir