Motores

Aston Martin suspende programa para Le Mans Hypercar

A Aston Martin anunciou a suspensão do seu regresso ao Campeonato do Mundo de Resistência (WEC) com um Le Mans Hypercar em setembro, como estava inicialmente previsto.

Já corriam rumores de que tal podia ocorrer, mas agora aquilo que já não parecia ser um programa muito sólido confirmou-se como algo que possivelmente não vai acontecer.

Um dia depois de ter divulgado um vídeo em que os pilotos da Red Bull Racing – Max Verstappen e Alexander Albon – rodavam com um Valkyrie de estrada no Circuito de Silverstone, a marca de Gaydon anunciou a suspensão, deixando suspeitar que tudo foi premeditado.

Até o aproveitamento do anúncio de convergência entre os campeonatos WEC e IMSA e a aceitação dos LMDh serviu como desculpa para a decisão agora anunciada pela Aston Martin.

“A modificação tão crucial em relação às provas de resistência levou-nos a tomar esta decisão de colocar em causa o nosso compromisso na categoria Hypercar no WEC, de forma a dar-nos o tempo necessário para avaliar calmamente a situação nesta classe rainha e o nosso lugar no seio dela”, sublinhou David King, vice-presidente da marca de Gaydon e responsável pela Aston Martin Racing.

Já o CEO da marca, Andy Palmer, diz que “a vontade da Aston Martin em correr pela vitória à geral nas 24 Horas de Le Mans mantém-se intacta, mas é verdade” que deve reconsiderar a sua posição, “tendo em vista as modificações significativas da paisagem” que a marca não tinha antecipado quando se comprometeu no ano passado.

Estas palavras não escondem o facto do fabricante britânico estar a atravessar uma fase má em termos financeiros, e a aquisição recente de 16,7% da empresa por parte do consórcio liderado por Lawrence Stroll pode ter alterado os planos e os compromissos que a Aston Martin tinha para o WEC. Já que este negócio permite uma injeção de 500 milhões de euros, deixando-a numa situação mais aliviada, mas obriga a casa de Gaydon a virar as atenções desportivas para a Fórmula 1.

0Shares

Em destaque

Subir