Mundo

Assembleias de voto na Catalunha encerradas pela polícia

A polícia encerrou 1300 das 2315 escolas que seriam assembleias de voto para o referendo sobre a independência da Catalunha, no próximo domingo, avança a agência AFP, citando Enric Millo, representante do governo de Madrid na Catalunha.

As escolas da cidade de Barcelona estão a ser ocupadas por centenas de pessoas na tentativa de garantir que o referendo deste domingo aconteça, apesar das ordens recebidas pela polícia para o encerramento desses locais.

De acordo com dados oficiais, das 1300 escolas visitadas, 163 tinham sido ocupadas durante a noite, de forma a garantir que as escolas fossem usadas como assembleias de voto.

A polícia regional, entretanto, recebeu ordens para proceder ao encerramento de todas as escolas, cabendo a esta autoridade a decisão sobre o método a utilizar para retirar as pessoas.

Os locais devem estar encerrados até às seis da manhã – cinco em Portugal -, três horas antes da hora prevista para início da votação. Enric Millo garantiu que quem se recusar a sair, “vai ser retirado”.

 

Mais partilhadas da semana

Subir