Cultura

‘As 50 sombras’ da censura: Índia proíbe exibição do filme

50 shades É o filme do momento, mas não na Índia. Depois de ter passado os 500 milhões de dólares em receitas, ‘As 50 sombras de Grey’ está proibido de ser exibido na Índia. Os estúdios podem recorrer desta decisão do comité de censura. Recorde-se que a obra também está proibida no Quénia e na Indonésia.

O filme mais falado (e mais lucrativo) do momento está proibido num dos países mais populosos do mundo: a Índia.

O comité de censura, cuja designação oficial é Comissão Central de Certificação Cinematográfica, proibiu a exibição da obra de Sam Taylor-Johnson nos cinemas do país, mas a decisão não é final: os estúdios podem recorrer junto de um comité de revisão.

A proibição de ‘As 50 sombras de Grey’ surgiu logo após uma decisão semelhante sobre uma reportagem da BBC, sobre a morte e violação de uma jovem indiana em 2012, decretada por um tribunal.

Há poucos dias, o mesmo comité de censura proibiu a exibição de um filme, ‘Dum Laga Ke Haisha’, enquanto não fossem retiradas quatro expressões.

Mesmo proibido na Índia, no Quénia e na Indonésia, ‘As 50 sombras de Grey’ continua a acumular recordes. Esta semana, o filme que custou 40 milhões de dólares bateu os 500 milhões em receita de bilheteira.

A obra de Sam Taylor-Johnson adaptada o primeiro volume da trilogia erótica de E. L. James, cuja história decorre à volta da relação e dos jogos sexuais entre o multimilionário Christian Grey, de 27 anos, e a estudante universitária Anastasia Steele.

Os romances venderam cerca de cem milhões de exemplares em todo o mundo.

Só em Portugal, o filme já foi visto por mais de 235.000 espetadores, isto contando apenas os dados referentes à semana de estreia.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir