Nas Notícias

Apresento-vos o melhor site de todos os tempos

Screen-Shot-2013-11-12-at-4.57.52-PM

Nos dias de hoje é raro encontrarmos um site que nos surpreenda verdadeiramente. É que no meio dos milhares de sites existentes, e tendo em conta o pouco tempo que a nossa rotina diária nos concede para explorarmos o interminável mundo cibernético para além do que conhecemos, é raríssimo fazermos uma descoberta digna de registo. Pois esta semana tenho para vos apresentar o meu mais recente vício. Este é, na minha modesta opinião, o melhor site de todos os tempos. Curiosos para saber do que falo?

Falo do http://what-would-i-say.com. Em que consiste este site? É muito simples. Se permitirem que esta aplicação tenha acesso à vossa conta de Facebook ela vai pegar em todos os estados e comentários que vocês fizeram desde sempre (sim, literalmente desde sempre) e vai misturá-los todos gerando estados que vocês, supostamente, poderiam dizer/escrever.

Para tal só têm de carregar onde diz “generate status”. Obviamente que a aplicação não é “inteligente” logo está mais do que visto que os estados gerados automaticamente vão ser completamente disparatados, não é?

Para ser sincero esta não foi uma descoberta da minha autoria, mas sim de um amigo meu.

Na noite de ontem ele mostrou-me este site e explicou-me o seu conceito. Inicialmente estranhei e não percebi muito bem do que se tratava. Mas passados cinco minutos estava completamente rendido.

Para aqueles que ainda não perceberam totalmente do que falo vou dar-vos alguns exemplos das melhores frases que me saíram “na rifa”. Vamos começar por algo que podia ser dito pelo actual treinador do Sport Lisboa e Benfica, Jorge Jesus: “Tá rendido ao nível do corpo todo!”.

Atenção que a frase não está errada, mas em abono da verdade também não está muito correcta. Ou ainda: “Esta manhã será recheada de alegria nocturna!” E se ele diz quem somos nós para contrariar?

Mas a aplicação também tem resumos de estranhos contos de Natal: “”Ele morreu, a máquina tá mais que na mão, logo FELIZ NATAL!”. Portanto vejamos se entendi….alguém, ou alguma coisa, morreu, sendo que uma máquina parece ter sido o motivo. Mas nada disso interessa porque é Natal. Olhem que certas novelas nacionais são menos entusiasmantes que isto!

Eu lia um conto assim. Vocês não liam? Não? (Podem dizer que sim, só para eu não ficar triste?….Obrigado, são uns queridos!) Quantos livros/séries/blogues já descobriram com nomes estranhos? Milhares certo? Mas acredito que posso bater tudo isso com outra das frases. Imaginem que estão numa livraria e de repente há um livro de capa dura e reluzente que vos chama a atenção do outro lado da loja. Percorrem então a loja para perceberem de que livro se trata. Quando lá chegam o título chama a vossa atenção: “”Back to be wonderful people in Inquietude de Zé Manel””. O que poderá significar ou qual será o conteúdo do livro? Não faço ideia, mas que o título chama a atenção acho que ninguém discorda!

Também existe poesia barata, como por exemplo: “O orgulho é sobretudo o lugar do poeta”.

Que descodificando poderia significar que o verdadeiro poeta é aquele que tem noção do seu talento e das suas capacidades e, por saber isso mesmo, tem orgulho em si e no que escreve.

Ou ainda dicas para o engate que são, ao mesmo tempo, geniais e completamente parvas: “Ela composta é a boss!”. Que no fundo é como quem diz: ela quando quer arranja-se como deve de ser e é o centro das atenções.

Frases em que o inglês se mistura com o português também acabam por ser frequentes. E dessa fusão podem surgir frases interessantes. Querem uma? Cá vai: “I wish forgetting my problems are like a bola de Ouro”. Algo me diz que o Cristiano Ronaldo se revê imenso neste último exemplo.

Agora suponhamos que estão a meio de uma discussão (amigável, claro está) com um amigo vosso. E como ambos possuem argumentos válidos não conseguem decidir o “vencedor”.

Como sair desse impasse? Eu tenho uma sugestão: “Chiça porque não usamos o método Pimponeta?” Antes de mais: se a palavra “pimponeta” vos é completamente estranha isso quer desde já dizer que muito provavelmente são demasiado novos para lerem esta crónica ou que não tiveram uma infância decente. Seria bom resolvermos os assuntos de forma tão fácil e infantil não era? Ah, e eu juro-vos que não tenho a mínima recordação de usar a expressão “pimponeta” em qualquer contexto. Mas se a aplicação diz que sim, quem sou eu para discordar!

{loadposition inline}Mas de todas as frases com que o sistema me brindou estas são as minhas favoritas: “Tens razão, nem é outono nem é verão, espalhem-se aí ao comprido a ver se não me rio de vocês!”; “Hoje é Dia Mundial do pois…”; “Sai um Rock in Rio tinto para a mesa 5!”; “Adivinho a estação do ano em que estamos através de palmas e gargalhadas”; “Desliguem as televisões da cozinha, isto é um ultimato!”; “Vááá tudo para Loures senão levam com uma cana rachada!

Posso cantar outra música? Não? Oh, eu vou cantar na mesma!”; “Ela correspondeu com uma forte palmada e eu digo-vos que não desgostei”. Como já devem ter percebido as potencialidades deste sistema são infinitas.

Para finalizar apenas algumas notas. Primeiro: todas as frases que aqui vos apresentei são 100% verdadeiras. Segundo: a principal desvantagem deste sistema são os erros ortográficos e as frases que são deixadas a meio, algo que esperemos que melhore numa futura actualização.

Terceiro: se quiserem podem partilhar as vossas frases no vosso Facebook através de um botão apropriado, algo que pode dar origem a posts tão interessantes quanto bizarros. Quarto: a magia deste sistema é que faz com que cada um de nós tenha frases únicas e diferentes de todos os outros dado que publicamos e comentamos conteúdos também eles diferentes.

Quinto, e último: é um facto que existe alguma repetição nas frases geradas automaticamente, contudo tal é algo perfeitamente óbvio dado que escrevemos muitas vezes os mesmos posts (ou com poucas variações).

Termino com uma advertência: este site pode facilmente provocar um vício de tal ordem que quando derem por isso passaram quatro horas e vocês ainda estão ao computador quando já deviam de estar deitados! Depois não digam que eu não vos avisei! Visitem (http://what-would-i-say.com) e divirtam-se com aquele que, para mim, é o melhor site de todos os tempos!

Boa semana.

Boas leituras.

0Shares

Em destaque

Subir