Motociclismo

António Maio cada vez mais perto dos 20 primeiros no Rali Dakar

António Maio continua a sua ascensão no 41º Rali Dakar e na sétima etapa da prova foi 21º mais rápido aproximando-se do top 20 da classificação das motos.

O piloto alentejano adotou um andamento firme nos 323 quilómetros da especial cronometrada, que integrava a tirada disputada em redor de San Juan de Marcona.

Foto: Magnus Torquato

“Mais uma etapa concluída e tudo impecável. A moto está excelente e o Bruno vai agora tratar dela. Estou muito feliz por ter chegado até aqui e de, numa prova tão dura e tão perigosa, não ter tido até agora nenhum problema mecânico, nem nenhuma queda. Tenho apostado acima de tudo na regularidade, mas claro que estou muito satisfeito por os resultados estarem a aparecer, duma forma até melhor do que eu esperava”, afirmou António Maio no final da etapa.

O piloto da Yamaha Fino Motor Racing, que foi o segundo melhor ‘rookie’ na tirada e se mantém como o segundo melhor estreante da ‘geral’, destaca também que o desempenho que está a ter “é também o fruto do trabalho que foi feito na mota em Portugal”.

Foto: Victor Eleutérico

“Quanto a mim sinto-me bastante bem fisicamente e até, ao contrário de outros pilotos, tenho as mãos impecáveis sem marcas de tantas horas a andar de moto”, explicou o piloto no ‘bivouac’ de San Juan de Marcona depois de um banho retemperador.

A oitava etapa do Rali Dakar 2019 cumpre-se entre San Juan de Marcona e Pisco. Serão 576 quilómetros, 361 dos quais cronometrados.

Mais partilhadas da semana

Subir