Fórmula 1

Antonio Giovinazzi testou para a Pirelli no Red Bull Ring

A Pirelli concluiu os dois dias de testes de pneus para 2020 no circuito de Red Bull Ring, recorrendo aos serviços de Antonio Giovinazzi ao volante do seu Alfa Romeo.

O piloto italiano totalizou hoje 110 voltas com borrachas para piso seco do construtor milanês. Isto a juntar às 116 efetuadas por Marcus Ericsson ontem.

Para o sueco, agora envolvido na IndyCar Series com a Schmidt Peterson Motorsports, foi o regresso ao ‘cockpit’ de um monolugar de Fórmula 1, enquanto que para Giovinazzi foi o retomar do trabalho na mesma pista onde domingo marcou o seu primeiro ponto na disciplina máxima do automobilismo.

Os pneus deste ano têm estado na berlinda, já que aparentemente a Mercedes é a única equipa a conseguir forma de os fazer funcionar nos W10. E depois do líder da Ferrari, Mattia Binotto, foi Kevin Magnussen a queixar-se dos Pirelli de 2019.

“São impossíveis de entender”, disse o dinamarquês da Haas quando falou do diálogo que teve com o seu engenheiro durante a corrida de domingo, onde se queixava da temperatura dos pneus. “Se mandasse na F1 quereria assegurar-me que os pneus não são algo de que falassemos. Eles apenas funcionariam e estaríamos a falar de algo interessante”, acrescentou.

Mais partilhadas da semana

Subir