Nas Notícias

Antigo bombeiro é suspeito de ter provocado 50 incêndios

bombeiroUm antigo bombeiro com o curso de sapador florestal foi hoje detido pela Polícia Judiciária. Sobre o homem recai a suspeita de ter ateado pelo menos 50 fogos nos concelhos de Seia, Guarda e Nelas. Os incêndios têm sido provocados, segundo a PJ, desde o ano de 2011.

O suspeito de ter provocado mais de meia centena de incêndios na região centro foi hoje detido pela Polícia Judiciária (PJ).

O alegado pirómano, de 25 anos e desempregado, é um antigo bombeiro que, inclusive, tem o curso de sapador florestal.

De acordo com a informação avançada pelo Departamento de Investigação Criminal da PJ da Guarda, o homem está “fortemente indiciado” de ter ateado fogo em várias dezenas de locais, provocando incêndios florestais nos concelhos de Seia, Guarda (ambos no distrito da Guarda) e Nelas (Viseu).

Os crimes em causa têm sido cometidos desde 2011, embora “com particular incidência no período compreendido entre os meses de junho e setembro do corrente ano”, segundo a mesma nota da PJ.

“Os incêndios terão sido todos iniciados por meio de chama direta, com recurso a um isqueiro, em diferentes pontos da mancha florestal visada, só não tendo atingido proporções ainda maiores devido à rápida e eficaz intervenção dos bombeiros e de alguns populares”, refere ainda o texto.

Os incêndios florestais imputados ao suspeito “demandaram a afetação contínua de um elevado número de recursos humanos e materiais, de várias corporações de bombeiros do distrito na Guarda”.

Foram consumidas várias centenas de hectares de floresta e de terrenos agrícolas, alguns s quais em pleno Parque Natural da Serra da Estrela, com “elevados danos ecológicos e prejuízos patrimoniais”.

O detido vai ser presente às autoridades judiciárias para interrogatório e aplicação de medidas de coação, salientou ainda a PJ.

Em destaque

Subir