Insólito

Antifascista ataca deputada com… um bolo na cara (vídeo)

Uma deputada alemã levou, em pleno congresso partidário, com um bolo de chocolate na cara. O protesto foi cometido por um ativista de um movimento que se autointitula como antifascista.

Sahra Wagenknecht, uma das líderes do partido A Esquerda no Bundestag (o Parlamento alemão), levou com o bolo dias após ter dito, publicamente, que “a Alemanha não pode acolher todos os refugiados”.

No sábado, um ativista de um movimento que se autointitula como antifascista infiltrou-se (fazendo-se passar por jornalista) no congresso nacional de A Esquerda, realizado durante o fim de semana em Magdeburgo, e aproveitou um momento do discurso de abertura para surpreender a deputada, espetando-lhe com um bolo de chocolate na cara.

Ao mesmo tempo, outros ativistas distribuíam, no exterior, panfletos que citavam a declaração “contra os refugiados” de Sahra Wagenknecht e comparavam a deputada de esquerda com Beatrix von Storch, uma política do Alternativa para a Alemanha (de extrema-direita) que, em fevereiro, também levou com um bolo na cara.

A Esquerda já apresentou queixa contra o suposto agressor e ainda contra uma mulher, que alegadamente também se infiltrou no congresso,

“Este não foi só um ataque a Sahra, foi um ataque a todos nós”, justificou o vice-presidente do partido, Bernd Riexinger.

Para a deputada ‘achocolatada’, levar com o bolo até nem foi mau: pior mesmo só a comparação com Von Storch.

Mais partilhadas da semana

Subir