Motociclismo

Andrea Iannone surpreende no segundo dia no Qatar

Numa manifestação de grande forma por parte da Suzuki, Andrea Iannone foi o homem do dia na segunda jornada de testes de MotoGP em Losail (Qatar).

O italiano, antigo piloto da Ducati, conseguiu destronar do topo da tabela de tempos o seu ex-companheiro de equipa e compatriota Andreas Dovizioso, mercê de uma volta em 1m54,585s. Num dia em que as primeiras horas foram de bastante calor, não sendo muito representativas da sessão, esperava-se que os tempos melhorassem mais para o final do dia.

Jorge Lorenzo foi o único piloto a conseguir tempos significativos nas duas primeiras horas da sessão, enquanto na terceira hora uma chuva ligeira prejudicou os trabalhos. Depois a pista foi secando e Dovizioso assumiu a liderança da tabela de tempos, à frente de Marc Marquez e Cal Crutchlow. Isto antes dos testes serem interrompidos por uma bandeira vermelha – Danilo Petrucci, Jack Miller e Johann Zarco cairam na primeira curva do traçado de Losail.

Quando a sessão foi retomada Iannone assumiu o topo da tabela de tempos, antes de Dovizioso o bater, com uma volta em 1m54,734s, sendo o primeiro piloto a baixar de 1m55s. Uma depois o piloto da Ducati conseguiu melhorar para 1m54,627s, que se manteve como a marca a bater até à tentativa que deu ao homem da Suzuki o melhor registo do dia.

Marc Marquez não conseguiu terminar a sessão sem uma queda, a cerca de uma hora do final, quando experimentava uma nova configuração aerodinâmica na sua Honda. Mas o Campeão do Mundo não esteve muito tempo parado e no regresso conseguiu uma volta que lhe proporcionou o terceiro tempo do dia. Johann Zarco, na Yamaha Tech 3, e Alex Rins, companheiro de Iannone na Suzuki, completaram o top cinco, à frente de Cal Crutchlow na Honda da LCR.

Os seis primeiros melhoraram o melhor ‘crono’ da véspera, conseguido por Maverick Viñales, que apenas conseguiu melhorar duas milésimas relativamente à marca obtida na quinta-feira. Jack Miller e Dani Pedrosa ficaram logo atrás do espanhol da Yamaha completado o top 10, à frente de Valentino Rossi, na segunda Yamaha oficial.

Mais partilhadas da semana

Subir