Nas Notícias

André Ventura anuncia “projeto Valentina” depois de acusado de aproveitamento político

O deputado do Chega tem sido fortemente criticado nas redes sociais, acusado de tentar retirar dividendos políticos com a morte da menina de 9 anos. “Nunca existiu na política portuguesa ser tão amoral”, escreveu Daniel Oliveira. Apesar das críticas, André Ventura volta à carga, desta vez para anunciar que vai apresentar no Parlamento “o projeto Valentina”.

Depois de uma forte controvérsia nas redes sociais, onde o deputado do Chega foi acusado de tentar retirar dividendos políticos de um drama, André Ventura insiste no mesmo assunto.

“Nunca te esqueceremos Valentina, como a muitos outros e outras a quem falhámos! O Chega apresentará no Parlamento o projeto Valentina, que restaurará a pena de prisão perpétua em Portugal, em homenagem a todas as vítimas portuguesas de crimes bárbaros e hediondos”, escreve.

O deputado já tinha recorrido às redes para defender a prisão perpétua, baseado na morte da menina de Peniche.

“O meu coração e as minhas orações estão com a Valentina, cobardemente assassinada. É pela Valentina, por todas as Valentinas de Portugal, que não desistirei enquanto a prisão perpétua para monstros criminosos não for reposta em Portugal”, escreveu André Ventura, nas redes sociais.

A publicação gerou controvérsia. No Twitter, foi acusado de oportunismo.

“O ‘senhor’ é um abutre. Tudo lhe serve para sacar votos, para fazer campanha. Nunca existiu na política portuguesa ser tão amoral”, reagiu Daniel Oliveira.

Apesar desse sentimento de revolta que se repetiu em diversas reações no Twitter, André Ventura volta à carga, também nas redes sociais.

Valentina foi assassinada, em circunstâncias que estão por apurar. O pai e a madrasta foram detidos pela Polícia Judiciária, suspeitos de envolvimento na morte da criança de 9 anos, que se encontrava desaparecida em Peniche.

A menina foi encontrada morta. O pai terá confessado que matou a menina por acidente, mas há sinais de asfixia, no corpo da menina.

O primeiro interrogatório judicial para determinar as medidas de coação estava marcado para esta segunda-feira, mas foi adiado para amanhã.

O relatório da autópsia (que será realizada hoje) será peça fundamental para determinar a causa do óbito de Valentina.

Mais partilhadas da semana

Subir