Desporto

André Geraldes detido por suspeitas de corrupção

Segundo adianta a CMTV, André Geraldes e outras três pessoas foram detidas, no âmbito das investigações ao caso de alegada corrupção, no andebol do Sporting. O diretor do futebol,  que sucedeu a Octávio Machado, era responsável pelas modalidades e apontado como parte desse esquema.

A Polícia Judiciária fez quatro detidos, na manhã desta quarta-feira, no âmbito das buscas que está a realizar em Alvalade: André Geraldes, diretor do futebol, Paulo Silva, empresário que confessou a prática de crimes, Gonçalo Rodrigues e João Gonçalves, estes dois últimos funcionários do Sporting.

Em causa o caso de alegada corrupção, no andebol leonino, na época passada. O esquema, de acordo com o Correio da Manhã, envolvia Paulo Silva, empresário que revelou ser parte de um esquema de pagamentos a árbitros, para facilitar a conquista do título naquela modalidade.

A denúncia daquele jornal chegou à justiça: a PGR confirmou que o inquérito é dirigido pelo Ministério Público do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) do Porto.

Segundo a edição de terça-feira do Correio da Manhã, o alegado esquema de corrupção no andebol envolvia “a compra de equipas de arbitragem, quer para os leões ganharem, quer para o Futebol Clube do Porto, com o qual disputaram o campeonato até ao fim, perder” e abrangeu a época de 2016/17, ganha pelo Sporting.

O diário citava conversas e trocas de mensagens de voz entre empresários, no WhatsApp, e que segundo o jornal “mostram como André Geraldes, hoje diretor de futebol do Sporting, coordenava toda a batota”.

O jornal publicou ainda uma entrevista com um empresário – Paulo Silva -, alegadamente intermediário em todo o esquema, que confessou ter alinhado no esquema de corrupção “ao serviço do seu clube do coração [Sporting]” e disse que recebia 350 euros por cada árbitro de andebol que corrompia.

A Federação de Andebol de Portugal (FAP) anunciou na terça-feira que vai ao Ministério Público a alegada corrupção a equipas de arbitragem por parte do Sporting, remetendo ainda o processo para o Conselho de Disciplina.

Entretanto, nesta quarta-feira, o mesmo jornal adianta que o caso de alegada corrupção poderá estender-se ao futebol.

 

Mais partilhadas da semana

Subir