Motores

André Amaral evoluiu na condução da Ford Ranger

André Amaral e Nelson Ramos foram uma das equipas mais em foco na Baja TT ACP Santiago do Cacém/Grândola, segunda prova do Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno|AM 48.

Para além de ter conseguido terminar o evento no top dez, a dupla evoluiu bem na sua habituação à Ford Ranger, sobretudo no segundo dia de prova. Isto porque do 11º posto na primeira jornada conseguiu ‘trepar’ para a oitava posição no decorrer da segunda.

“Terminei o primeiro dia extremamente desanimado e com um grande receio que as dificuldades se mantivessem no segundo dia. O certo é que me fui ambientando e sem me sentir, nem perto disso, à vontade neste tipo de pistas, o certo é que fui conseguindo andar cada vez melhor adaptando a pilotagem da Ford Ranger para este tipo de condições”, explicou André Amaral no final da corrida.

O piloto de Barcelos sublinhou também: “Foi pena termos estado mais de 35 quilómetros atrás de um concorrente sem o conseguir ultrapassar. O ‘sentinel’ terá bloqueado e o piloto que seguia à nossa frente não recebia os nossos avisos de aproximação. Perdemos um tempo significativo o que nos poderia ter permitido fazer ainda melhor. Mas já fico muito contente por ter percebido que posso evoluir ainda mais”.

O Campeonato de Portugal de Todo-o-Terreno regressa de 27 a 29 de março quando será disputada a Baja TT do Pinhal em pistas dos concelhos da Sertã, Proença-a-Nova e Vila Velha de Rodão.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir