Motores

Álvaro Parente regressa à porta do pódio

Álvaro Parente terminou esta madrugada a segunda etapa do IMSA SportsCar Championship, 240 at Daytona, num bom quarto posto, que marcou o seu regresso às pistas.

Depois de mais de cinco meses sem competição, o piloto português estava ansioso por voltar a sentar-se num carro de corridas, o que acabou por acontecer este fim-de-semana no traçado tradicional da Daytona International Speedway.

Na companhia Misha Goikhberg aos comandos do Acura NSX GT3 da Heinricher Racing, Álvaro Parente iniciou o evento na sexta-feira com a primeira sessão de treinos-livres, que deu indicações positivas, com o português a assegurar o quarto crono.

A qualificação da classe GTD das provas do IMSA SportsCar Championship é realizada pelo piloto categorizado como Prata, o que determinou que tenha sido Misha Goikhberg a assumir a responsabilidade de definir a gralha de partida do carro número, uma vez que o português é piloto Platina, a categoria mais elevada.

O canadiano assinou o sétimo posto, permitindo-lhe uma posição prometedora para o arranque da prova, função que teria de assumir devido ao regulamento.

Misha Goikhberg realizou uma boa partida numa pista húmida, mas com tendência a secar, lançando-se para a luta dos lugares do pódio, posição em que entregou o Acura NSX GT3 azul eléctrico a Álvaro Parente.

O piloto do Porto prosseguiu a contenda, chegando a rodar consistentemente no terceiro posto ao longo do seu primeiro “stint”. No entanto, no segundo, e último, os pneus não mostraram ser tão competitivos como era esperado, acabando o Acura NSX GT3 da Heinricher Racing por cruzar a linha de meta no quarto lugar.

Álvaro Parente, muito embora sinta que poderia ter subido ao pódio, admite que o resultado desta madrugada foi positivo. “Foi bom regressar às corridas, já sentia falta deste ambiente, deste frenesim. É claro que gostaria de ter subido ao pódio, mas este quarto posto é um bom resultado! Tínhamos ritmo para terminar entre os três primeiros, mas o meu último jogo de pneus não me permitia ter o mesmo andamento que tinha mostrado anteriormente e terminámos em quarto. Foi uma boa forma de regressar à competição e importante para o campeonato”, afirmou o português.

O piloto da Heinricher Racing sublinhou ainda a forma como correu todo o evento, numa situação que é difícil para todos. “Sabemos que presentemente temos de ter muitos cuidados e cumprir procedimentos para evitar a disseminação da covid-19 e isso torna o trabalho de todos mais complicado. Apesar disso, a equipa esteve irrepreensível ao longo de todo o fim-de-semana e deu-nos um carro competitivo numa pista e com um BoP que não nos são favoráveis. Vamos trabalhar para regressarmos ainda mais fortes”, concluiu Álvaro Parente.

A próxima ronda do IMSA SportsCar Championship realiza-se a 2 de Agosto na Virginia International Raceway. Entretanto, disputará em Imola a primeira etapa da GT World Challenge Europe Endurance Cup.

0Shares

Em destaque

Subir