Nas Notícias

Pode Passos ensinar alunos com grau académico superior?

A nomeação de Passos Coelho como professor convidado catedrático causa dúvidas aos alunos do ISCSP. Afinal, pode um docente dar aulas a quem tem um grau académico superior?

A questão é realçada num abaixo-assinado posto a circular no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP), uma instituição presidida por um ex-deputado do PSD, Manuel Meirinho Martins.

Mesmo reconhecendo a “vasta experiência prática” do antigo primeiro-ministro, nomeadamente no plano da Administração Pública, os alunos signatários questionam as qualificações do novo professor convidado catedrático.

“A sua capacidade para leccionar aulas a discentes com um grau académico superior ao seu é altamente questionável”, refere o documento.

Outro argumento invocado é a absoluta inexperiência de Passos Coelho no ensino a alunos de mestrado e doutoramento, no caso do curso de Administração Pública.

“Nunca leccionou, nunca preparou uma tese na vida, nunca trabalhou em investigação e nunca teve um percurso académico minimamente relevante seja capaz de preparar alunos de mestrado e doutoramento”, frisa ainda o abaixo-assinado.

Para os signatários, a escolha do ex-governante como professor do ISCSP representa “a materialização de uma afronta à transparência e à meritocracia da instituição”.

A cátedra de Passos Coelho é descrita como uma afronta aos restantes professores, sendo apontado que o corpo docente sai “altamente lesado naquilo que é a sua integridade, honra, deontologia e igualdade de oportunidades”.

Há também críticas ao “salário obsceno” do novo professor convidado, tanto mais, face à formação académica do ex-presidente do PSD, constitui “uma ofensa grave à meritocracia inerente ao percurso académico normal de um docente universitário”.

O abaixo-assinado deverá ser levado a debate em assembleia geral de alunos, prevista para ainda este mês.

679Shares

Mais partilhadas da semana

Subir