Nas Notícias

Alunos de Mirandela, Chaves e Gondomar serão enfermeiros por um dia

Criancas_Escola_900

Mais de 3000 alunos do pré-escolar e Ensino Básico celebram o Dia Mundial da Criança com uma iniciativa organizada pela secção regional do norte da Ordem dos Enfermeiros.

No Dia Mundial da Criança, haverá “pequenos enfermeiros” por um dia, vestidos a rigor, vão poder experimentar o dia a dia de uma profissão que está tão presente nas suas vidas.

Sempre a fingir, vão poder cuidar dos seus “doentes” que serão submetidos a administrações de medicação e diferentes tratamentos. Palhaços vestidos de enfermeiros também vão animar o dia dos mais pequeninos com diferentes brincadeiras.

O Conselho de Enfermagem Regional do Norte e a Mesa do Colégio de Especialidade de Saúde Infantil e Pediátrica da Ordem dos Enfermeiros comemoram deste modo o Dia Mundial da Criança nos distritos do Porto, Bragança e Vila Real.

Realizada em parceria com as Câmaras Municipais, esta ação de proximidade junto dos mais novos envolve ainda agrupamentos de centros de saúde, agrupamentos escolares e instituições académicas.

No dia 1 de junho – das 9h30 às 13h00, na ‘Zona Verde’ de Mirandela, e das 9h30 às 16h00, no Jardim Público de Chaves – serão promovidas diferentes atividades dirigidas às crianças do 1.º Ciclo do Ensino Básico e pré-escolar.

As ações pretendem desmistificar os medos relativamente aos profissionais de saúde. Assim, as crianças vão receber o convite para serem ‘Enfermeiros por um dia’.

Além do contacto com os instrumentos de trabalho dos profissionais de enfermagem, os alunos irão participar ativamente na Formação sobre Suporte Básico de Vida. No dia 4, a iniciativa acontecerá em Gondomar, na Escola Básica de Gens, entre as 9h30 e as 12h30.

Para as crianças, em que tudo é cor, alegria, sorrisos, imaginação, fantasia e brincadeira é fácil imaginar o quanto assustador poderá ser entrar num hospital, ou consultório, um espaço que dita silêncio,  frio,  “sofrimento”, equipamentos estranhos e assustadores.

A doença, independentemente da gravidade e provável hospitalização da criança, apresenta-se como uma situação de crise. As instituições de saúde são encaradas como lugares misteriosos e, por isso, como fonte de stress. Desse modo, o brincar é uma excelente forma de auxiliar a libertar o medo.

Outro dos objetivos desta iniciativa é também a promoção de saúde através de informação relativa a áreas como: higiene corporal e oral, alimentação saudável, vacinação e outras. Com pequenas brincadeiras “faz de conta”, aposta-se numa forte componente pedagógica de educação para saúde.

Além dos ensinamentos sobre o recurso ao 112 em caso de Emergência Médica e o Suporte Básico de Vida, a SRN da SRN da OE irá promover a realização de diversos jogos divertidos com vista a promover o contacto com a atividade da Enfermagem. Os enfermeiros presentes prestarão todas as informações aos mais novos relativas às suas diversas áreas de atuação.

Em destaque

Subir