Fórmula 1

Alonso é o primeiro repetente da temporada ao vencer o GP da Europa de F1

gpeuropa_alonso1Fernando Alonso tornou-se no primeiro piloto a conseguir a segunda vitória da presente temporada de Fórmula 1, ao impor-se no Grande Prémio da Europa, disputado neste domingo no traçado citadino de Valência.

O espanhol da Ferrari largou apenas do 11.º lugar da grelha de partida, mas soube aos poucos recuperar posições e tirar partido de azares alheios, como o que sucedeu com o grande favorito à vitória, Sebastian Vettel.

É que embora tenha arrancado da ‘pole position’ e dominado a primeira metade da corrida, o bicampeão do Mundo acabaria por abandonar com problemas mecânicos no seu Red Bull Renault.

Lewis Hamilton, que se esperava fosse o grande adversário de Vettel também hipotecou as suas possibilidades ao envolver numa colisão com Pastor Maldonado, quando disputava a terceira posição com o venezuelano da Williams.

gpeuropa_alonsoDa mesma forma Romain Grosjean parecia uma ameaça ao triunfo de Alonso quando este assumiu o comando, mas um problema de alternador no seu Lotus acabou por ditar a sua desistência, em favor do seu companheiro de equipa Kimi Raikkonen, que assim herdou a segunda posição.

O acidente entre Hamilton e Montoya também favoreceu Michael Schumacher, que pela primeira vez subiu ao pódio, e fez esquecer a temporada negra que tem cumprido ao serviço da Mercedes. Valorizou a terceira posição do alemão a pressão que Mark Webber fez na parte final da corrida.

O quarto lugar do australiano foi um magro consolo para uma Red Bull que já contava com a segunda vitória do ano de Vettel, mas mesmo assim melhor do que a McLaren que saiu de Valência com somente três pontos conquistados por Jenson Button.

O inglês voltou a fazer uma prova bastante apagada, rodando sempre atrás dos Force India de Nico Hulkenberg e Paul di Resta, que deram à equipa de Vijay Mallya o seu melhor resultado de conjunto do ano, ao conseguirem terminar nos quinto é sétimo lugares.

Nico Rosberg foi uma sombra de provas anteriores, sendo claramente suplantado por Schumacher no seio da Mercedes, com a sexta posição também a resultar menos do que a escolhida pelo seu companheiro de equipa.

Classificação

1.º Fernando Alonso (Ferrari) 1h44m16,449s
2.º Kimi Raikkonen (Lotus-Renault) +6,421s
3.º Michael Schumacher (Mercedes) +12,639s
4.º Mark Webber (Red Bull-Renault) +13,628s
5.º Nico Hulkenberg (Force India-Mercedes) +19,993s
6.º Nico Rosberg (Mercedes) +21,176s
7.º Paulo Di Resta (Force India-Mercedes) +22,866s
8.º Jenson Button (McLaren-Mercedes) +24,653s
9.º Sergio Perez (Sauber-Ferrari) +27,777s
10.º Pastor Maldonado (Williams-Renault) +34,653s
11.º Bruno Senna (Williams-Renault) +35,961s
12.º Daniel Ricciardo (Toro Rosso-Ferrari) +37,041s
13.º Vitaly Petrov (Caterham-Renault) +1m15,871s
14.º Heikki Kovalainen (Caterham-Renault) +1m34,654s
15.º Charles Pic (Marussia-Cosworth) 1m36,551s
16.º Felipe Massa (Ferrari) +1 volta
17.º Pedro De la Rosa (HRT-Cosworth) +1 volta
18.º Narain Karthikeyan (HRT-Cosworth) +1 volta
19.º Lewis Hamilton (McLaren-Mercedes) +2 voltas

Pilotos

1.º Alonso 111 pontos
2.º Webber 91
3.º Hamilton 88
4.º Vettel 85
5.º Rosberg 75
6.º Raikkonen 73
7.º Grosjean 53
8.º Button 49
9.º Perez 39
10.º Maldonado 30
11.º Di Resta 27
12.º Kobayashi 21
13.º Hulkenberg 17
14.º Schumacher 17
15.º Senna 15
16.º Massa 11
17.º Vergne 4
18.º Ricciardo 2

Construtores:

1.º Red Bull-Renault 176 pontos
2.º McLaren-Mercedes 137
3.º Lotus-Renault 126
4.º Ferrari 122
5.º Mercedes 92
6.º Sauber-Ferrari 60
7.º Williams-Renault 45
8.º Force India-Mercedes 44
9.º Toro Rosso-Ferrari 6

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir