Nas Redes

Alberta Marques Fernandes recorda momento viral da sua carreira

A jornalista Alberta Marques Fernandes concedeu uma entrevista à Nova Gente onde abordou o dia em que foi acusada de apresentar o telejornal alcoolizada. Diz que esse “tsunami” nas redes sociais não tem qualquer importância na sua carreira. Recorde esse momento

Há um ano, no telejornal ‘3 às 15’, da RTP3, Alberta Marques Fernandes foi protagonista de um momento que agitou as redes sociais.

Dina Aguiar, que também estava em estúdio, tentou conter as gargalhadas, sem sucesso, quando ouviu a colega a referir-se a um cantor como “um homem que gosta de assobiar”.

O vídeo disseminou-se e em alguns espaços de diversão nas redes sociais houve quem sugerisse que Alberta Marques Fernandes estaria alcoolizada – algo que evidentemente não aconteceu.

Na altura, António Esteves, também jornalista na estação pública, criticou o que chamou de “bullying público”praticado sobre a jornalista.

“A Alberta Marques Fernandes é a minha descontraída e divertida vizinha do lado. Há três dias, depois de mais uma manhã de muita risota enquanto preparamos o dia, terá sido eventualmente descontraída demais e acabou por ter um momento menos feliz no ar. Nada justifica a campanha de bullying público que algumas pessoas estão a fazer, levantando falsos testemunhos e afectando toda uma família. Sim, as pessoas têm família e isto afecta em especial os mais novos. A Alberta não vem há dois dias, e as nossas manhãs têm sido mais tristes”, escreveu, há um ano, no seu espaço no Facebook.

Também Dina Aguiar usou a rede social para criticar a “maledicência”

“Não gosto da maledicência que corre nas redes sociais. São falsas e maldosas as acusações que lhe fazem. A Alberta não merece!”, escreveu.

Um ano depois desse episódio, a própria recorda esse “tsunami”.

“Vim trabalhar constipada. Provavelmente devia ter ficado em casa. E fui mais exuberante a falar sobre Donald Trump. Demonstrei mais os meus sentimentos do que devia ter feito. Foi uma coisa tão passageira. Não dou importância”, explica a jornalista, à Nova Gente.

Recorde esse momento

71Shares

Mais partilhadas da semana

Subir