Mundo

Al-Qaeda perde outro líder na Síria: EUA anunciam morte de Al-Nasr

Mohsen Adballah Ibrahim al Charekh, mais conhecido como Sanafi al-Nasr, morreu a 15 de outubro durante um ataque aéreo. A informação sobre a morte de um veterano da Al-Qaeda, líder do grupo Khorasan, foi revelada em comunicado pelo Pentágono, nos EUA.

Morreu o líder de um dos mais importantes grupos armados da Al-Qaeda: Mohsen Adballah Ibrahim al Charekh, mais conhecido como Sanafi al-Nasr.

O oficial mais graduado do Khorasan, um grupo de operacionais veteranos da organização terrorista, foi abatido durante o ataque aéreo de 15 de outubro, no noroeste da Síria.

“Esta operação representa um golpe significativo nos planos do grupo Khorasan para atacar os Estados Unidos e aliados e prova novamente que aqueles que nos querem prejudicar não estão fora do nosso alcance”, argumentou o Pentágono, no mesmo comunicado em que revelou a morte de Al-Nasr.

O quinto líder do grupo Khorasan a ser morto nos últimos quatro meses foi descrito como “um jiadista de longa data e experiente na transferência de dinheiro e combatentes para a Al-Qaeda”.

Al-Nasr foi um dos principais responsáveis, de acordo com o Pentágono, pelas transferências de fundos dos doadores da região do Golfo para o Iraque e, mais tarde, dos líderes da Al-Qaeda do Paquistão para a Síria.

Era também o organizador das rotas para os recrutas oriundos do Paquistão atingirem a Síria, através da Turquia, e participou nos preparativos de operações da Al-Qaeda no Ocidente, ainda de acordo com o comunicado.

Em destaque

Subir