Economia

Air France prevê manter dois terços dos voos na greve de quarta-feira

A companhia aérea francesa Air France prevê manter 70 por cento dos voos durante a greve de quarta-feira, a sétima deste ano, após ter sido obrigada hoje a cancelar 25 por cento das ligações pelo mesmo motivo, indicou a companhia.

A Air France prevê que façam greve 36,3 por cento dos pilotos, 21,6 por cento do pessoal de cabine e 15,1 por cento do pessoal de terra, uma incidência ligeiramente superior à da paralisação de hoje.

Na quarta-feira, a Air France conta manter 60 por cento dos voos de longo curso, 65 por cento dos de médio curso com saída do aeroporto parisiense Charles de Gaulle e 75 por cento dos voos domésticos de Orly (Paris) e de outras regiões.

A companhia, que recomenda aos passageiros que adiem as suas viagens, não afasta a possibilidade de atrasos e perturbações nos voos e recomenda que os passageiros se informem sobre os mesmos.

Quarta-feira será o sétimo dia de greve deste ano da Air France, com vários sindicatos a exigirem aumentos salariais de 6 por cento para compensar a perda de poder de compra nos últimos anos.

A administração da Air France considerou hoje que as perdas destes sete dias de greve ascendem a 170 milhões de euros.

Os sindicatos têm previstas novas paralisações nos dias 17, 18, 23 e 24 de abril, sendo que nestes últimos três dias a greve coincide com a da empresa pública de comboios SNCF.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir