Fórmula 1

“Ainda há potencial a explorar” no Renault R.S. 19 segundo Daniel Ricciardo

Daniel Ricciardo considera que há ainda muito a retirar do R.S. 19, que na primeira semana de testes de Fórmula 1 em Barcelona já deu ‘um ar da sua graça’.

O australiano da Renault concluiu esta primeira ‘bateria’ de ensaios com o quinto tempo absoluto (1m17,785s), com o seu companheiro de equipa a conseguir dominar um dos quatro dias de testes na pista catalã, com uma volta em 1m17,393s.

Este bom desempenho dos monolugares amarelos foi obtido com os pneus mais macios da Pirelli (os C5), mas segundo Ricciardo esta performance deve ser interpretada com alguma prudência, sendo que a Renault se concentrou sobretudo em fazer quilómetros com o seu novo carro.

“A semana foi bastante boa, porque conseguimos progressivamente aumentar o ritmo, mesmo se nunca estivemos ao ataque durante os testes. Foi positivo e instrutivo tentar diferentes configurações e descobrir novas sensações”, reflete o piloto de Perth.

O australiano destaca também: “Nós ainda não revelamos tudo e ainda resta muito potencial a explorar. Todos estão muito próximos neste momento, mas nós parecemos muito regulares. Nós somos ainda um pouco conservadores, mas vamos ver o que se passará quando acelerarmos o ritmo”.

Pelo lado da equipa, Nick Chester, o responsável pelo chassis, há uma satisfação com o carro, apesar de “ligeiros problemas de fiabiliade” (nomeadamente uma paragem em plena pista de Hulkenberg), mas já prometeu que vai melhorar o R.S. 19 nesse aspeto, tanto para a segunda semana de testes em Barcelona como para o primeiro Grande Prémio da época, em Melbourne.

Mais partilhadas da semana

Subir