Nacional

Ágata terá tentado ‘calar’ menor violada pelo filho a troco de dinheiro

Ágata passa por momentos delicados a nível pessoal, numa altura em que o filho mais velho foi condenado por violação de uma jovem de 14 anos, em 2016. A cantora terá tentado ‘silenciar’ a vítima a troco de uma quantia em dinheiro, de acordo com o Correio da Manhã. A cantora não comenta a situação.

Marco de Sousa Caneira, filho da cantora Ágata, viu o Tribunal de Ponta Delgada condená-lo por violação de uma jovem de 14 anos, num caso que remonta ao ano de 2016.

A pena aplicada ao filho de Ágata é de seis anos e seis meses de prisão efetiva, por violação agravada, e a mãe da menor vem agora a público revelar que a cantora terá tentado ‘silenciar’ a vítima e a sua família, a troco de uma quantia em dinheiro.

A mãe da menor garante que a cantora fez uma proposta de não receber qualquer valor para atuar nas festas do Espírito Santo, nos Açores, festividades essas das quais a mãe da jovem fazia parte da organização.

“O cachê dela era 4500 euros. A Ágata disse-me que não levava o dinheiro se a minha menina não prejudicasse o filho em julgamento”, revela a mãe da menor, em declarações à revista ‘Nova Gente’.

A açoriana diz “compreender” Ágata.

“Tenho pena do que ela está a passar, mas ele tem de pagar pelo que fez”, explica a mãe da jovem.

O Correio da Manhã tentou contactar Ágata que, segundo aquele diário, desligou o telemóvel.

O filho de Ágata, Marco de Sousa Caneira, de 38 anos, foi condenado em Ponta Delgada, nos Açores, por um crime cometido a 18 de setembro de 2016.

A vítima tinha 14 anos, à data dos factos.

1045Shares

Mais partilhadas da semana

Subir