Desporto

Abel Ferreira alerta para a vontade do Feirense de voltar a ganhar

O treinador Abel Ferreira advertiu hoje que o Feirense, último classificado da I Liga, com apenas duas vitórias, vai querer ganhar mais do que nunca e pediu, por isso, aos futebolistas do Sporting de Braga para estarem “alerta”.

“Analisámos os jogos do Feirense com os dois primeiros [Benfica e FC Porto] e não vou falar como os ganharam, mas vimos as dificuldades que tiveram. Esperamos grandes dificuldades, mas todos os jogos são uma oportunidade para crescer e melhorar”, disse o técnico, na antevisão à deslocação ao terreno do Feirense, no sábado, para a 30.ª jornada do campeonato.

O Feirense é último classificado, contando apenas com duas vitórias na prova, a última das quais há oito meses (1-0, fora, diante do Vitória de Guimarães) e, também por isso, o técnico espera um adversário que, “mais do que nunca, vai querer ganhar”.

“Temos que ser fiéis à nossa identidade e forma de jogar. Não faço destrinça em relação aos nossos adversários, temos que os respeitar muito e igualar a sua intensidade para estarmos mais próximos de os vencer”, disse, adiantando que Dyego Sousa é baixa para o jogo, devido a lesão.

Questionado sobre a possibilidade de não conseguir ficar em terceiro lugar, depois de ter tido sete pontos de vantagem sobre o Sporting e agora estar a três de distância dos ‘leões’, Abel Ferreira disse que o balanço será feito no fim, mas valorizou a época dos minhotos.

“Fomos à meia-final da Taça de Portugal com o FC Porto, à meia-final da Taça da Liga e perdemos como vocês sabem e agora estamos a lutar até ao fim pelo terceiro lugar. Há qualidade no trabalho e no jogo, valorização de jogadores e da equipa e, aconteça o que acontecer, essa imagem de marca está lá”, disse.

Questionado sobre se esperava mais de Fábio Martins, Abel Ferreira afirmou que “esperava mais de todos os jogadores”.

“Somos exigentes. O Fábio Martins teve uma lesão e para o Murilo estar a jogar, alguém não vai jogar. O Murilo dá outras nuances à equipa, não é um lateral esquerdo, é um ala esquerdo, mas pode jogar à frente também, sabe o que quer e o que faz, teve a paciência de esperar pela sua oportunidade”, argumentou.

Instado a comentar as eliminações de FC Porto e Benfica das competições europeias desta semana, fazendo um paralelismo com as desigualdades entre os ‘grandes’ do futebol português e as restantes equipas, como já fez em diversas alturas, Abel Ferreira disse que importa estudar o fenómeno.

“Poucos sabem, mas sou licenciado em educação física, podiam chamar-me professor Abel. Não faço outra coisa senão querer ser melhor todos os dias, como homem e como treinador, em melhorar os meus jogadores e em estudar o fenómeno [do futebol], o acessório ponho de lado”, disse.

O treinador frisou que o futebol português está a transformar-se em algo em que não se revê, lembrando que “Bernardo Silva, melhor jogador português da atualidade, juntamente com Cristiano Ronaldo, disse recentemente que há muito tempo que o futebol português ultrapassou os limites”.

O Sporting de Braga, quarto classificado da I Liga, com 61 pontos, e o Feirense, 18.º e último, com 15, defrontam-se no sábado, às 18:00, no Estádio Marcolino Castro, em Santa Maria da Feira, em jogo da 30.ª jornada da prova.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir