Mundo

Abatido homem que tentou sequestrar um avião no Bangladesh

O homem que tentou hoje sequestrar um avião no Bangladesh foi abatido durante a operação das forças especiais, no aeroporto de Chittagong, onde os pilotos fizeram uma aterragem de emergência, afirmou um porta-voz do Exército do Bangladesh.

“O nosso comando pediu-lhe para se render, mas ele recusou, mostrou-se agressivo e acabou por ser atingido”, disse aos jornalistas o general Motiur Rahman, citado pela AFP.

O mesmo porta-voz adiantou que o pirata do ar é do Bangladesh e que tinha com ele uma arma e “nada mais”.

Citando o mesmo porta-voz, a Agência Efe precisa, por seu lado, que o sequestrador ficou ferido durante o tiroteio, mas que apenas quando puderam chegar perto dele as autoridades verificaram que estava morto.

O general Motiur Rahman precisou também que o sequestrador exigiu primeiro “falar com o primeiro-ministro [Sheikh Hasina] e com a sua mulher”.

Durante a tentativa de sequestro do avião o homem, que aparentava ter entre 25 ou anos, terá referido que tinha uma arma e explosivos, mas no final da operação as autoridades puderam constatar que estava armado apenas com uma pistola.

O avião, com 148 pessoas a bordo (entre passageiros e tripulação), partiu da capital bangladeshiana Daca com destino ao Dubai, nos Emirados Árabes Unidos, mas foi forçado a aterrar de emergência em Chittagong, uma cidade litoral no sudeste do país.

Forças de elite da polícia, assim como do Exército e da Marinha estabeleceram um cordão em volta do avião depois de este ter aterrado em segurança. Todos os passageiros e tripulação conseguiram sair do aparelho a salvo.

Mais partilhadas da semana

Subir