Internacional

A Miss Bumbum Inglaterra compra as roupas da antiga Miss Bumbum, Andressa Urach

misses bumbuns

Andressa Urach, que garantiu ter tido um romance com Cristiano Ronaldo, deixou de ser Miss Bumbum para se tornar evangélica. Várias das roupas que usava foram compradas por Jéssica Lopes, a modelo que se autointitula Miss Bumbum Inglaterra.

Não é uma guerra de bumbuns, mas não deixa de ser uma história curiosa, quase como que uma passagem de testemunho dinástica.

Andressa Urach, a brasileira que se tornou famosa como Miss Bumbum e revelou ter tido um romance com Cristiano Ronaldo, renunciou ao ‘título’ após se ter tornado evangélica.

O mais inesperado é que Urach, que começou a ‘carreira’ como a Peladona de Congonhas, abriu uma loja (um ‘brechó’, dizem no Brasil) e acabou por vender várias das roupas que usou como Miss Bumbum a uma modelo que se autointitula… Miss Bumbum Inglaterra.

Foi Jéssica Lopes, vencedora de um concurso Miss Bumbum realizado em Inglaterra (e que fez parte da organização do mesmo), a revelar que tinha comprado 19 vestidos no ‘brechó’ de Urach.

“A antiga Andressa era muito consumista. Comprei algumas peças ainda com etiqueta. Vestidos que ela comprou por mil reais ou 1500 reais, eu paguei 500 reais. Roupas de marca”, comentou a Miss Bumbum Inglaterra, em declarações ao Ego.

O caso chegou a Portugal porque Andressa Urach tem andado a promover a biografia que está prestes a lançar e que inclui a polémica referência ao alegado romance com Cristiano Ronaldo.

Em ‘Morri Para Viver – Meu Submundo de Fama, Drogas e Prostituição’, a antiga Miss Bumbum revela que conheceu o capitão da Seleção Nacional a 19 de março de 2013, num hotel em Madrid.

“Quando saí do elevador, o meu coração estava acelerado e explodiu assim que a porta abriu. Cristiano Ronaldo em pessoa. A sorrir, convidou-me para entrar e conversamos rapidamente sobre o que ia acontecer”, conta a brasileira no livro, citado pelo Daily Mail.

“Ele agarrou-me e tivemos uma intensa relação sexual. Ao contrário do que eu imaginava, ele é bastante agressivo na cama. Passámos menos de uma hora no quarto”, continuou Urach, que como evangélica nega estar a mentir.

Mais partilhadas da semana

Subir