Fórmula 1

A aerodinâmica não vai compensar uns F1 mais pesados diz Sebastian Vettel

Sebastian Vettel defende que uma quantidade enorme de carga aerodinâmica não compensa o excessivo peso dos atuais monolugares de Fórmula 1.

O peso dos carros aumentou com o advento dos motores turbo híbridos e do halo, que contribui que os monopostos ultrapassem agora os 746 quilos.

“Penso que os carros são fenomenais em termos de aerodinâmica, é ridículo quanto apoio têm e tão rápidos são os carros em termos de velocidades médias e curvas a alta velocidade. Mas a baixas velocidades sentimos o peso, É algo que agora sentimos, quando fazemos uma chicane ou um ganho”, diz Vettel.

O alemão da Ferrari reitera: “Na minha opinião os carros são demasiado pesados. Penso que podíamos livrar-nos de alguma carga aerodinâmica. Não precisamos dela. Mas em vez disso poderíamos ter carros mais leves. No geral seria o mesmo numa só volta ou talvez fossemos mais rápidos”.

Sebastian Vettel pensa que mesmo não se retirando as melhorias em termos de segurança introduzidas nos últimos anos se poderia fazer com que os monolugares de F1 ficassem perto dos 600 kg, por isso idêntico ao peso que os carros tinham há uma década.

0Shares

Em destaque

Subir