Velocidade

6 Horas de Spa: Audi esmaga a concorrência

6 Horasx2106 HorasSpaConfirmando aquilo que mostrara na qualificação, a Audi dominou por completo as 6 Horas de Spa-Francorchamps, segunda prova do Campeonato do Mundo de Resistência. Uma superioridade esmagadora que no final foi traduzida no monopólio do pódio, já que a marca dos quatro anéis levou os seus R18 e-Tron Quattro às três primeiras posições na prova belga.

Recorrendo pela vez a difusores traseiros ‘soprados’ – solução técnica proibida na Fórmula 1 no fnal do ano passado – a Audi controlou perfeitamente a corrida, ainda que momentaneamente tenha permitido à rival Toyota passar pela liderança, nomeadamente na altura das necessárias paragens nas boxes para reabastecer, trocar de pneus e pilotos.

Marcel Fassler, André Lotterer e Benoit Trelyuer, os campeões de Le Mans, revelaram-se mais uma vez a formação mais forte da marca alemã, já que depois de terem garantido a ‘pole position’ conseguiram dominar grande parte da corrida, apesar de algum terreno perdido nas primeiras voltas.

6HorasSpaPodioA consistência e rapidez da tripla do Audi n.º 1 acabou por ser determinante para que na fase final acabassem por ganhar uma vantagem de mais de um minuto sobre o Audi n.º 2, que durante grande parte da corrida foi o seu grande adversário. Pelo que Loic Duval, Allan McNish e Tom Kristensen tiveram mesmo que se contentar com a segunda posição.

O pódio Audi acabou por ser completado pelo R18 n.º 3. Talvez o mais lento dos três protótipos de Ingolstadt, mas aquele que na parte final da prova mais tempo recuperou relativamente aos dois primeiros. Isto apesar de Marc Gene, Oliver Jarvis e Lucas di Grassi guiarem a versão de ‘cauda longa’, mais suscetível a perturbações de vento lateral muito características de Spa-Francorchamps.

Neste duelo que serviu de preparativo para as famosas 24 Horas de Le Mans a Toyota saiu claramente derrotada, pois se o TS030 Hybrid n.º 7 chegou a rodar na liderança e a espaços incomodar bastante os Audi n.º 1 e n.º 2, a verdade é que a consistência dos carros alemães e a rapidez dos seus ‘pit-stop’ se foi sobrepondo á tenacidade de Nicolas Lapierre, Alexander Wurz e Kazuki Nakajima.

0Shares

Páginas: 1 2

Em destaque

Subir