Hoje é dia

29 de agosto, nasce a pessoa mais famosa do mundo

Corria o ano de 1958 quando, a 29 de agosto, em Gary, nos EUA, nasce uma criança que se tornaria numa estrela precoce, num ícone da música, o artista que mais vendeu e a pessoa mais famosa do mundo. Hoje, recordamos Michael Jackson.

Hoje é dia de lembrar Michael Jackson, o artista famoso vítima da própria fama, que inscreveu o seu nome no mais alto patamar da música, como cantor, compositor, bailarino e produtor.

Neste texto, ficam de fora os números das vendas de Michael Jackson. Outros números se realçam. Desde logo, a idade com que deu início à sua carreira – 11 anos –, como vocalista dos Jackson 5.

A carreira solo começou em 1971. A partir de então, Michael foi rebatizado, como ‘Rei do Pop’, graças ao tremendo sucesso de álbuns como ‘Off The Wall’ (1979), ‘Thriller’ (1982), ‘Bad’ (1987), ‘Dangerous’ (1991) e ‘HIStory’ (1995). ‘Thriller’ chegou mesmo a ser o álbum mais popular da história da música.

O estilo incomparável de Michael Jackson – quer nos jogos vocais, quer na dança – foi inspiração para muitos artistas de por, rock, hip hop e R&B. Mas não se destacou apenas na música: foi um filantropo e humanitário, doando parte da sua fortuna a causas de beneficência, através da fundação que criou.

Fora dos palcos, Michael Jackson esteve envolvido em polémicas, das quais se destacam a acusação de abuso infantil, em 1993. No entanto, o processo acabou arquivado, por falta de provas e Jackson não foi a tribunal. Já em 2005, o cantor foi julgado, pelo mesmo crime de abuso infantil, mas o juiz absolveu-o.

Nesta altura da sua vida, Michael era notícia não pelas grandes digressões, mas por casos polémicos que abalaram a sua reputação – ainda que os milhões de fãs permanecessem fiéis.

E para regressar ao seu local de eleição (o palco), Michael Jackson preparava a nova digressão: ‘This Is It’. Mas o destino travou os seus intentos e em 25 de junho de 2009 morre de intoxicação aguda do anestésico propofol, após uma paragem cardíaca.

O Tribunal de Justiça de Los Angeles considerou sua morte homicídio. O médico de Michael Jackson, Conrad Murray, foi condenado pelo crime.

Estima-se que dois mil milhões de pessoas tenham assistido ao funeral de Jackson pela televisão. O evento foi transmitido em direto por diversos canais, em todo o mundo.

Foi um final triste do maior artista de todos os tempos, que conseguiu com ‘Thriller’ o álbum mais vendido de todos os tempos.

Michael Jackson arrecadou 15 Grammy e colocou 41 canções no topo das tabelas, como cantor solo. Outras centenas de distinções fizeram de Michael o artista mais premiado da história da música.

Outros factos se assinalam, neste 29 de agosto, dia em que se homenageia Michael Jackson. Em 1825, Portugal reconhece a independência do Brasil. Também neste dia, em 1966, Os Beatles realizam o derradeiro espetáculo, em São Francisco, nos EUA. E em 2005 o furacão Katrina varre a cidade de Nova Orleães.

Nasceram a 29 de agosto Jean-Baptiste Colbert, ministro das finanças de Luís XIV (1619), John Locke, filósofo inglês (1632), António Lisboa (Mestre Aleijadinho), escultor e arquiteto brasileiro (1730), Jean-Auguste Ingres, pintor francês (1780), Apolinário Porto-Alegre, escritor e poeta brasileiro (1844), e Edward Carpenter, poeta inglês (1844).

Nasceram ainda (além de Michael Jackson) Albert Lebrun, 15.º Presidente da França (1871), Ingrid Bergman, atriz sueca (1915), Charlie Parker, músico norte-americano (1920), Richard Attenborough, realizador britânico (1923), e António Assunção, ator português (1945).

Morreram neste dia Cristóvão da Gama, filho de Vasco da Gama e capitão de Malaca (1542), Joseph Wright, pintor inglês (1797), José Maria Latino Coelho, militar e político português (1891), Vicki Baum, escritora austríaca (1960), e Dorina Nowill, criadora da Funcação Dorina Nowill para invisuais (2010).

57Shares

Mais partilhadas da semana

Subir