Hoje é dia

28 de junho, morre Terry Fox, herói no Canadá e ativista contra o cancro

Chama-se Terry Fox e ficou célebre pela sua perseverança. Perdeu uma perna devido a um osteossarcoma e decide correr a ‘Maratona da Esperança’, de angariação de fundos para apoiar doentes oncológicos. Terry não atingiu a meta e morreu aos 22 anos, a 28 de junho de 1981, vítima do cancro, que se alastrara ao pulmão. É uma lenda mundial, que se recorda hoje.

Terry Fox nasceu em Winnipeg, Canadá, a 28 de julho de 1958. Foi um atleta e um ativista pelo tratamento do cancro. Depois de perder uma das pernas, devido a um osteossarcoma, decidiu cruzar o país, de costa a costa, para arrecadar fundos para pesquisas do tratamento do cancro.

Começou a jornada em St. John’s, na costa atlântica, a 12 de abril de 1980. O seu objetivo era chegar até Vancouver, na costa pacífica. Esta corrida acabou por ser conhecida como ‘Maratona da Esperança’ [‘Marathon of Hope’, no nome original].

Terry Fox correu, em média, o equivalente a uma maratona por dia, ou seja, 42 quilómetros. Depois de 143 dias consecutivos, num total de 5300 quilómetros de corrida, foi obrigado a parar. O cancro de que padecia tinha extravasado para os pulmões.

Este ativista contra o cancro acabou por morrer, vítima da doença que quis ajudar a tratar. Perdeu a vida aos 22 anos, exatamente um mês antes de completar 23 anos. Terry Fox foi aclamado como herói nacional.

Apesar de não ter completado a Maratona da Esperança, esta corrida permitiu arrecadar 360 milhões de dólares canadianos, usados para a pesquisa sobre o tratamento de cancro.

Os cidadãos do Canadá consideraram Terry como o canadiano mais famoso do século XX, bem como segundo na lista dos Maiores Canadianos.

A sua história emocionou o mundo. A sua corrida terminou em 1981, ano da sua morte, mas a luta de Terry Fox está bem ativa. Há muitas ‘maratonas’ que se correm em seu nome. Hoje, 28 de junho, recorda-se Fox.

Neste dia, em 1919, a Alemanha é obrigada a assinar o Tratado de Versalhes. Já em 1997, num dos mais célebres combates de boxe do mundo, Mike Tyson mordeu e arrancou um pedaço da orelha direita de Evander Holyfield, no terceiro assalto.

No dia 28 de junho de 1997, investigadores descobrem, numa vala comum na cidade de Vallegrande (Bolívia), restos mortais de Che Guevara, o líder guerrilheiro. A ossada estava sem mãos, o que revela que o corpo de Che foi amputado para não ser identificado através de impressões digitais.

O corpo foi transferido para Cuba e enterrado, numa cerimónia com honras de chefe de Estado.

Nasceram neste dia o Papa Paulo IV (1476), Henrique VIII, Rei de Inglaterra e fundador da Igreja Anglicana (1491), Jean-Jacques Rousseau, filósofo franco-suíço (1712), Luigi Pirandello, escritor italiano (1867), Mel Brooks, cineasta e ator norte-americano (1926), Itamar Franco, 33.º presidente do Brasil (1930), e John Cusack, ator norte-americano (1966).

Morreram a 28 de junho o Papa Paulo I (767), Abraham Ortelius, cartógrafo e geógrafo flamengo (1598), James Madison, quarto Presidente dos EUA (1836), Jean-Baptiste Debret, pintor francês (1848), Edward Carpenter, poeta inglês (1929), Constantínos Apóstolos Doxiádis, arquiteto grego (1975), Terry Fox, atleta e ativista canadiano (1981), Mortimer Adler, filósofo e escritor estadunidense (2001), e Angélico Vieira, ator e cantor português (2011).

Mais partilhadas da semana

Subir