Hoje é dia

24 de janeiro, morre Churchill, o maior britânico de sempre

Alguns historiadores consideram-no o ‘melhor britânico de sempre’. Destacou-se na política, mas também na Literatura, conquistando até um Nobel. Winston Churchill morreu a 24 de janeiro de 1965 e é recordado hoje.

Nasceu no seio de uma família nobre e o seu pai, Randolph Churchill, foi um político carismático, ministro da Fazenda do Reino Unido, cargo que o próprio Winston Churchill viria a ocupar, antes de ser primeiro-ministro.

Churchill ficou sobretudo famoso pelo seu desempenho da função de primeiro-ministro do Reino Unido durante a II Guerra Mundial, mas ocupou outros cargos proeminentes na política britânica, durante quatro décadas.

Não obstante a carreira política de Winston Churchill no seio do governo ter coincidido com as grandes guerras do século XX, a verdade é que este grande estadista sempre defendeu a paz, o que é comprovado nos seus discursos e convicções.

Churchill considerou que a II Guerra Mundial foi “um conflito desnecessário”, que poderia ter sido evitado se os países europeus conseguissem evitar o ressurgimento das forças armadas alemãs, lideradas por Hitler.

Apesar do seu papel na política, Churchill distinguiu noutras áreas. Orador e estadista notável, foi oficial no Exército, historiador, escritor e artista.

É o único primeiro-ministro britânico que recebeu o Prémio Nobel de Literatura.

Winston Churchill morreu a 24 de janeiro de 1965.

Nasceram a 24 de janeiro Christian Wolff, filósofo alemão (1679), Neil Diamond, cantor e compositor norte-americano (1941), Sharon Tate, atriz norte-americana (1943), Michel Preud’homme, ex-futebolista belga (1959), e Nastassja Kinski, atriz alemã (1961).

Morreram neste dia Amedeo Modigliani, pintor e escultor italiano (1920), Winston Churchill, estadista, militar, escritor e político britânico (1965), António Sérgio, pensador português (1969), e L. Ron Hubbard, escritor de ficção científica e fundador da cientologia (1986).

Mais partilhadas da semana

Subir