Hoje é dia

22 de janeiro, nasce Lord Byron, um dos maiores poetas europeus

Hoje é dia de recordar Lord Byron, que nasceu em Londres, no dia 22 de janeiro de 1788. É considerado um dos maiores poetas europeus e uma das grandes figuras do Romantismo.

A 22 de janeiro assinala-se o nascimento de Lord Byron, poeta britânico cujos escritos continuam a fazer parte das obras mais lidas na atualidade.

É uma das personalidades mais influentes do Romantismo e ficou conhecido graças a trabalhos notáveis, como ‘Peregrinação de Child Harold’ e ‘Don Juan’ – este último nunca acabado, em virtude da morte de Byron, pouco tempo depois.

A obra de Lord Byron exprime um pessimismo romântico, que pode ser analisada num registo autobiográfico de alguém com a tendência de se colocar contra a sociedade.

A sua vida é marcada pela excentricidade. Byron teve inúmeras amantes, contraiu dívidas e sobre si recaíram suspeitas da prática de incesto.

Morreu em Missolonghi, a 19 de abril de 1824, após complicações resultantes de uma febre reumática.

Hoje recorda-se um homem que permanece vivo na história da literatura.

Nasceram neste dia Francis Bacon, filósofo inglês (1561), Pierre Gassendi, filósofo e matemático francês (1592), Lord Byron, poeta inglês (1788), Vicente de Freitas, militar e político português (1869), e D. W. Griffith, realizador norte-americano (1875).

Nasceram ainda Robert E. Howard, escritor norte-americano (1906), Lev Landau, físico e matemático soviético (1908), e Bill Bixby, ator e realizador norte-americano, famoso por interpretar o Incrível Hulk (1934).

Nasceram ainda Alfredo Palacio, ex-presidente do Equador (1939), John Hurt, ator inglês (1940), Steve Perry, músico norte-americano (1949), e Michael Hutchence, ator, cantor e compositor australiano, ex-vocalista dos INXS (1960).

Morreram neste dia Shah Jahan, imperador mogol, construtor do Taj Mahal (1666), Carlos Amarante, engenheiro e arquiteto português (1815), Lyndon B. Johnson, 36.º Presidente dos EUA (1973), e Maysa, cantora, atriz e compositora brasileira (1977).

Mais partilhadas da semana

Subir