Ásia

2018 foi o ano com menos mortos na Síria desde o início da guerra

O ano que hoje termina foi o menos mortífero na Síria desde o início da guerra naquele país, em 2011, anunciou hoje o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, referindo que morreram quase 20 mil pessoas em 2018.

“Em 2018, registámos menor número anual de mortos” desde o início do conflito na Síria, em março de 2011, afirmou, em declarações à Agência France Presse, o diretor do Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH), Rami Abdel Rahame.

Entre os 19.666 mortos registados estão 6.349 civis, dos quais 1.437 crianças, de acordo com o OSDH, que dispõe de uma vasta rede de fontes em toda a Síria.

O ano de 2018 viu o poder de Bachar al-Assad a reconquistar vários feudos rebeldes e jihadistas, graças ao apoio militar dos seus aliados, o Irão e a Rússia. De acordo com a OSDH, agora controla quase dois terços do território sírio.

O conflito na Síria provocou mais de 33 mil mortos em 2017, recorda o Observatório, enquanto 2014 continua a ser o mais mortífero, com mais de 76 mil mortes.

Desencadeada em 2011, a guerra na Síria já causou mais de 360.000 mortos e obrigou milhões a abandonarem as suas casas.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir