Hoje é dia

2 de abril, morre o Papa João Paulo II

É considerado um dos líderes mais influentes do século XX e uma das grandes personalidades mundiais. Karol Wojtyła, o Papa João Paulo II, morreu a 2 de abril de 2005, dia que pôs termo ao terceiro maior pontificado da História. Já no ano de 2015, morre o cineasta Manoel de Oliveira, aos 106 anos.

Karol Wojtyła nasceu em nasceu em Wadowice, uma pequena localidade do sul da Polónia, a 18 de maio de 1920. Tornou-se papa e líder mundial da Igreja Católica Apostólica Romana a 16 de outubro de 1978.

Do seu longo pontificado (o terceiro maior, segundo documenta a História, apenas mais curto do que os dos papas São Pedro, que reinou 34 anos, e Pio IX, que reinou 31 anos), destaca-se a capacidade de união entre povos de diferentes credos, bem como nas boas relações entre Igreja Católica e judaísmo e islamismo.

O Papa João Paulo II visitou 129 países, beatificou 1340 pessoas e canonizou 483 santos.

Morreu a 2 de abril de 2005, devido a problemas de saúde relacionados com a idade e após agravamento da doença de Parkinson, de que padecia.

O seu sucessor (Papa Bento XVI, entretanto substituído pelo argentino Francisco I) proclamou-o ‘Venerável’, a 19 de dezembro de 2009, e beato, a 1 de maio de 2011.

Neste dia 2 de abril, outros factos históricos se assinalam. Em 1902, é inaugurada a primeira sala de cinema dos EUA, o Electric Theatre (em Los Angeles, Califórnia).

Em 1917, Woodrow Wilson, Presidente norte-americano, junta os membros do Congresso, numa reunião extraordinária, onde é declarada guerra à Alemanha.

Também a 2 de abril, mas em 1976, conclui-se a redação da Constituição da República Portuguesa. E em 2008, assinala-se primeira vez o Dia Mundial do Autismo, decretado pela ONU.

E no ano de 2015, Portugal perde o seu cineasta: aos 106 anos, Manoel de Oliveira morre, vítima de uma paragem cardíaca. ‘O Velho do Restelo’ é a derradeira obra que assina.

Nasceram neste dia Carlos Magno, rei dos Francos (747), Hans Christian Andersen, escritor dinamarquês (1805), Émile Zola, romancista e crítico francês (1840), Nicholas Butler, filósofo norte-americano, Prémio Nobel da Paz (1862), Salvador Caetano, empresário português (1926), Ferenc Puskás, ex-futebolista húngaro (1927), e Marvin Gaye, cantor e compositor norte-americano (1939).

Morreram a 2 de abril Balduíno I, rei de Jerusalém (1118), Samuel Morse, inventor do código Morse (1872), Paul Ludwig von Heyse, escritor alemão, Prémio Nobel de Literatura (1914), Theodore William Richards, químico norte-americano, Prémio Nobel de Química (1928), Georges Pompidou, ex-presidente da França (1974), e João Paulo II, o 265.º papa (2005), Manoel de Oliveira, cineasta português (2015).

Mais partilhadas da semana

Subir