Hoje é dia

15 de julho, nasce Rembrandt, morre Anton Tchecov

Dois grandes nomes das Artes recordam-se neste dia 15 de julho: o pintor holandês Rembrandt, que nasce em 1606, e o escritor e dramaturgo russo Anton Tchecov, que morre em 1904.

Rembrandt nasceu em Leida, a 15 de julho de 1606, foi um pintor holandês, considerado um dos maiores nomes da história da arte mundial e o mais importante do seu país. É considerado, por alguns, como o maior pintor de todos os tempos, criando obras num período denominado pelos historiadores de ‘Século de Ouro da Holanda’.

Atingiu sucesso na juventude a pintar retratos e ao longo de 20 anos deu aulas aos mais importantes pintores holandeses. Os grandes trabalhos de Rembrandt são sobretudo retratos de personalidades contemporâneas, autorretratos e ilustrações bíblicas.

Em virtude da sua empatia pela condição humana, Rembrandt foi chamado “um dos grandes profetas da civilização”. Viria a morrer em Amesterdão, no dia 4 de outubro de 1669. Os últimos anos da vida de Rembrandt foram marcados por enormes problemas pessoais e muitas dificuldades financeiras. A sua obra perdura.

Anton Tchecov morre neste dia, no ano de 1904. Médico, dramaturgo e escritor russo, foi considerado um dos maiores contistas de todos os tempos. Na carreira de dramaturgo, criou quatro clássicos e contos que foram aclamados por escritores e críticos.

Durante a sua carreira literária, Tchecov foi médico. Escreveu que a medicina era a sua “legítima esposa”, enquanto a literatura era “apenas a amante”.

Tchecov renunciou do teatro e deixou de escrever obras teatrais depois de ‘A Gaivota’, obra que não foi bem acolhida, em 1896, mas que depois de reencenada, em 1898, viria a ser aclamada, transformando-se num símbolo para atores e para o público.

Em maio de 1904, a tuberculose de Tchecov alcançou um estado terminal. Viria a morrer a 15 de julho desse ano.

Neste dia 15 de julho, em 1099, dá-se a conquista de Jerusalém pelos exércitos da Primeira Cruzada. Em 1795, ‘A Marselhesa’ é adotada como hino nacional da França e também neste país, em Paris, a 15 de julho de 1869, a margarina é patenteada.

Nasceram a 15 de julho Inigo Jones, arquiteto inglês (1573), Rembrandt, pintor holandês (1606), Henrique Ernesto de Almeida Coutinho, poeta português (1788), Estefânia de Hohenzollern, rainha de Portugal e mulher de Dom Pedro V (1837), Walter Benjamin, filósofo alemão (1892), Aníbal Cavaco Silva, político português (1939), Marky Ramone, músico norte-americano (1956), Ian Curtis, vocalista da banda Joy Division (1956), Joe Satriani, guitarrista norte-americano (1956), Forest Whitaker, ator norte-americano (1961), e Brigitte Nielsen, atriz dinamarquesa (1963).

Morreram neste dia Eirik II Magnusson, rei da Noruega (1299), Anton Tchecov, médico, dramaturgo e escritor russo (1904), Alphonsus de Guimaraens, poeta brasileiro (1921), e Gianni Versace, estilista italiano (1997).

31Shares

Em destaque

Subir