Hoje é dia

13 de julho, nasce Ernő Rubik, criador do cubo mágico

Um dia, em 1974, enquanto observava o Danúbio, Rubik teve a ideia de criar um mecanismo interno cilíndrico, que permitisse manipular um cubo de seis faces de cores distintas, divididas por nove quadrados. O resultado foi o cubo de Rubik, mais conhecido como ‘cubo mágico’, um ícone de gerações. Hoje, 13 de julho, assinala-se o nascimento de Ernõ Rubik.

O cubo mágico de Rubik é uma das criações mais apaixonantes de sempre: um brinquedo, um passatempo, um quebra-cabeças, um enigma capaz de desafiar o conhecimento humano. Foi idealizado nas margens do Danúbio, quando Ernő Rubik tentou criar um sistema capaz de manipular seis faces, divididas por nove pequenos quadrados. E conseguiu-o.

O objetivo é, através de diversas fórmulas, organizar cada um dos 54 pequenos quadrados, de forma a que as seis faces tenham apenas uma cor. O cubo mágico é uma genialidade de Ernõ Rubik, que deixou de ser um conferencista, um apaixonado pela geometria, para passar a ser o pai do cubo mágico. Ernõ Rubik nasceu em Budapeste, a 13 de julho de 1944, data que hoje se sublinha.

Neste dia, assinalam-se diversas efemérides e factos históricos. Em 1917, ocorre a terceira das seis aparições da Virgem Maria em Fátima. Já em 1930, o francês Lucien Laurent marca o primeiro golo da história dos Campeonatos do Mundo de futebol, organizados pela FIFA.

Também neste dia, mas em 1939, Frank Sinatra grava o primeiro disco da sua carreira. E em 1985, começa o Live Aid, concerto que reúne artistas lendários da música pop e rock mundial, numa luta contra a fome na Etiópia.

A 13 de julho de 1992, Yitzhak Rabin assume o cargo de primeiro-ministro de Israel. Um ano mais tarde, viria a assinar um acordo de paz com o líder palestiniano Yasser Arafat, em Washington.

Nasceram neste dia Júlio César, líder político e militar romano (100 aC), Arthur Dee, físico inglês (1579), John Clare, poeta inglês (1793), Carlota da Prússia, imperatriz da Rússia (1798), Otto Wagner, arquiteto austríaco (1841), Aleksei Yeliseyev, cosmonauta soviético (1934), Harrison Ford, ator norte-americano (1942), Emir Sader, sociólogo e cientista político brasileiro (1943), e Ernő Rubik, inventor do cubo mágico (1944).

Morreram a 13 de julho o Papa João III (574), Papa Leão VII (939), príncipe Afonso, herdeiro do Rei João II (1491), James Bradley, astrónomo inglês (1762), Friedrich von Stradonitz, químico alemão (1896), Arnold Schönberg, compositor alemão (1951), Frida Kahlo, pintora mexicana (1954), e Leslie Groves, membro do Exército dos EUA líder militar da construção do Pentágono e o do Projeto Manhattan (1970).

Mais partilhadas da semana

Subir