Hoje é dia

10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos

A 10 de dezembro de 1948, a Declaração Universal dos Direitos Humanos foi adotada pela Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). No mesmo dia, em 1984, uma convenção aprova o fim da tortura e outros tratamentos ou penas cruéis, desumanos ou degradantes. Em 1998, é instituído, também a 10 de dezembro, o Dia Internacional dos Direitos Animais.

Hoje é o Dia Internacional dos Direitos Humanos, data que coincide com a Declaração Universal rubricada pela ONU, em 1948.

Também neste dia 10 de dezembro assinala-se a convenção das Nações Unidas contra a Tortura e Outros Tratamentos ou Penas Cruéis, Desumanos ou Degradantes (Resolução 39/46 da Assembleia Geral da ONU), estabelecida em 10 de dezembro de 1984, numa atualização da convenção de 1948.

Na convenção de 1984, a tortura é proibida e considerada uma prática que constitui uma grave violação dos Direitos Humanos.

Porém, ainda é praticada no mundo, mesmo em países desenvolvidos, encoberta por legislação vaga.

Neste 10 de dezembro, assinala-se o Dia Internacional dos Direitos Humanos, que permite uma reflexão sobre os artigos e os atropelos.

Nasceram a 10 de dezembro Isaac Beeckman, cientista e filósofo holandês (1588), Carl Gustav Jakob Jacobi, cientista alemão (1804), Ada Lovelace, a primeira programadora de computadores (1815), e Carla Sacramento, atleta portuguesa (1971).

Morreram neste dia Diogo do Couto, historiador e escritor português (1616), António Manoel de Vilhena, aristocrata português (1736), e Alfred Bernard Nobel, químico sueco que instituiu o prémio anual com seu sobrenome (1896).

Morreram ainda Otis Redding, cantor norte-americano (1967), Ed Wood, realizador norte-americano (1978), e Augusto Pinochet, militar e ex-presidente chileno (2006).

214Shares

Em destaque

Subir